Dica de viagem: Maratona de Santiago (Chile)

Atualizado em 18 de abril de 2016
Mais em Papo de Corrida

Para quem já percorreu o circuito tradicional de corridas de rua do Brasil e está interessado em disputar uma maratona internacional sem se deslocar muito nem gastar uma fortuna, a cidade de Santiago é a opção, pois sua prova de 42 km tem agradado muito os corredores latinos. A três horas de voo de São Paulo, a capital chilena foi, por muito tempo, um local apenas de passagem de turistas que, no inverno, iam para as famosas estações de esqui e, no verão, saíam em direção às praias de Valparaíso e Viña del Mar. Pouco a pouco, os turistas começaram a se dar conta de que a cidade — cuja porta de entrada é o Aeroporto Internacional Comodoro Arturo Merino Benítez, conhecido como Pudahuel, a 20 quilômetros do centro da capital — tem qualidades de sobra para ser o destino principal da viagem. Além de ótima infraestrutura de hotéis, o recém-chegado se depara com ruas limpas e seguras, a partir das quais se tem acesso a uma série de atrações.

Se você gosta de visitas culturais, comece explorando o museu histórico nacional e o Museu Chileno de Arte Precolombino. O passeio não pode deixar de fora o Palácio de La Moneda, sede do governo chileno, onde funciona o Centro Cultural La Moneda. Também merecem atenção os casarões de 1860, de ar europeu, em contraste com os edifícios modernos que surgem a cada dia. Prefere um programa noturno? Sem problema. A noite de Santiago é intensa. O destaque nessa área fica com o bairro de Paris-Londres. Conhecido por suas ruas estreitas e vida noturna agitada, é repleto de bares e pubs que fazem o visitante sentir-se em plena noite europeia. E para o passeio ficar ainda mais perfeito, a população local, já conhecida pelo permanente bom humor, é sempre muito solícita com os brasileiros.

PAÍS: Chile

PROVA: Maratona de Santiago

SITE: www.maratondesantiago.com

O que visitar

Centro histórico de Santiago

Essa parte da cidade é preservada pelo patrimônio histórico chileno. Concentra edifícios antigos, com ares europeus, que representam muito para a história do país.

Bairro Bellavista

Tem uma vida noturna agitada e é famoso pela alta gastronomia. Seus restaurantes oferecem culinária de todas as partes do mundo.

Catedral Metropolitana

É o principal templo da igreja católica no país. Considerado um patrimônio nacional, é composto pelo Palácio Arzobispal, pela paróquia do Sacrárioe pelo templo propriamente dito.

Museu Chileno de Arte Precolombino

Dedicado à cultura indígena, traz uma detalhada linha do tempo em forma de obras de arte e objetos.

Plaza de Armas

Lugar em que a cidade foi fundada, em 1541, era o centro político e econômico do país. Nela, encontra-se a Catedral Metropolitana e uma bela estátua de madeira de São Francisco Xavier.

Vinícola Concha y Toro

A vinícola Concha y Toro é uma das mais famosas da região dos vinhedos chilenos. É possível agendar passeio e degustação de vinhos.

Museu Histórico Nacional

Um dos mais antigos museus da América Latina. Abriga as obras que contam a história do Chile desde o século XVI.

Paris-Londres

Bairro repleto de bares e pubs que lembram a noite europeia. É o atual point da juventude chilena na cidade.