Como escolher a prova certa para correr

Atualizado em 27 de abril de 2016
Mais em Papo de Corrida

Você passou a treinar. Alguns meses se passaram, e você acredita estar pronto para encarar uma corrida. Mas tem uma dúvida: qual prova deveria escolher? Aquela de 5 km, com um com um trajeto plano ou uma com uma distância um pouco maior e que tenha até alguma subida, por exemplo?

É natural que, ao longo de sua fase de treinamentos, você tenha algum desejo em mente. Mas uma série de detalhes pode influenciar (e determinar) a sua escolha. Veja quais fatores são importantes para definir qual corrida será a melhor opção a escolher naquele momento.

leia-mais-cinza
icon texto_menor  TOP 5 DA PREPARAÇÃO PRÉ-PROVA 

icon texto_menor  PSICOLÓGICO INFLUENCIA ETERNOS INICIANTES 
icon texto_menor  10 ATITUDES EQUIVOCADAS QUE SABOTAM SEU ESFORÇO 

Como escolher?

O mais importante é perceber a evolução de treinos. Você precisa estar em condições de correr a distância escolhida. Assim, a prova será uma diversão e não um fracasso ou sofrimento. É fundamental que os treinos sejam desenvolvidos juntamente com a prova definida –por você (e, caso opte por um, o seu treinador). É importante conhecer as dificuldades do percurso, condição climática para o dia da corrida, entre outros detalhes.

O psicológico pode atrapalhar?

Isso pode ocorrer. Às vezes, você se inscreve para uma corrida de 5 km ou de 10 km. Chegando próximo ao dia da prova, porém, percebe que os treinos não evoluíram para essa distância. Então, é recomendável programar os treinos junto com as corridas. Assim, fica mais fácil e prazeroso.

Quando isso acontece, é melhor correr 5 km do que fazer com que uma prova maior se torne um sofrimento para você. Isso, por exemplo, pode fazer com que você até pense em parar de correr.

Diferenças entre iniciantes e experientes

Existe diferença quando se tem a dúvida sobre qual a melhor prova para correr. Para o iniciante, tudo ainda é desconhecido. É como uma caixinha de surpresa. Você nunca sabe como irá se comportar nessa prova. Por isso, a participação de especialista ao seu lado será importante para amenizar essas dificuldades.

Já o atleta experiente possui referências. Ele sabe como se comportar nas corridas, já conhece as dificuldades e facilidades, uma vez que os quilômetros rodados contam muito nessa hora de uma dúvida ou outra.

Dicas

– Conheça o percurso, suas dificuldades como ladeiras, temperatura, entre outros detalhes.

– Tenha certeza que está treinado para a distância escolhida.

– Jamais subestime a prova.

– Não pule etapas. Comece sempre por provas menores e vá ganhando confiança com o decorrer do tempo.

– Se achar o melhor caminho, procure orientação de um profissional para ajudar em seu treinamento e na escolha desta e de outras provas.

(Fonte: Adriana Genioli, diretora técnica da AG Assessoria Esportiva, de Fortaleza)