Vitória: ruas em festa com a Night Run

Atualizado em 05 de agosto de 2016
Mais em Notícias

Enquanto muitos tentavam se aquecer em suas casas da noite fria e chuvosa, deste sábado (26), em Vitória (ES), cerca de 2 mil pessoas calçaram seus tênis, vestiram a camiseta e foram correr a Etapa Marte da Night Run, circuito de corrida noturna.

leia-mais-cinza
icon texto_menor  PARTICIPOU DA NIGHT RUN VITÓRIA? VEJA SEU RESULTADO AQUI

Com percursos de 5 km e de 10 km, a festa e as passadas agitaram as ruas. Muitos chegaram para correr acompanhados de seus amigos e familiares. Caso de Fagner Brito, o professor de informática de 28 anos, que convenceu seus colegas de trabalho a participarem da prova.

“Nós temos um grupo de corrida, mas entre nós. Daí, lancei o desafio: por que não corrermos todos juntos em uma corrida noturna? E, para minha alegria, eles aceitaram. Fizemos o percurso de 5 km, mas com gostinho de ‘quero mais’”, afirma,

“Terminei batendo recorde. Fiz em 23 minutos, e estou muito contente. Meus amigos também foram bem e isso que é o mais legal. A união que a corrida proporciona é a sensação de dever cumprido”, finaliza Fagner.

Outro que estava acompanhado durante todo o percurso dos 10 km, foi o corretor de imóveis André Bastos. “Trouxe minha esposa para correr comigo porque ela sempre vem comigo nos treinos diários. E ela é minha maior fonte de inspiração para cruzar a linha de chegada”, explica André.

“Comecei a correr por incentivo dela [Carolina Ribeiro Bastos, a esposa], que já corria e me mostrou que era um esporte prazeroso e que poderia me oferecer mais qualidade de vida. Eu não poderia ter feito escolha melhor. Antes, era sedentário… Hoje, na prova, mostrei que eu era capaz: terminei após 48min. Que alegria”, comemora André.

Acostumada a correr provas noturnas, Alice Medeiros da Costa, de 34 anos, também compareceu a Night Run deste sábado. “Foi fantástico. Eu corri super bem, até o final. Os 10 km mais gostosos que corri nesse mês, sem dúvidas. Adoro correr à noite!”, conta a advogada.

“Duas amigas viriam comigo, mas desistiram por causa do frio. Eu que não iria desistir, porque eu amo correr, e no friozinho também é gostoso. Ainda bem que eu não mudei de ideia. A festa foi completa. A organização, as luzes, a música… tudo muito agradável”, finaliza Alice.

icone-foto
[nggallery id=23]