Valmir Nunes volta a enfrentar a Badwater

Atualizado em 04 de agosto de 2016
Mais em Notícias

Conhecido por já ter conquistado as maiores e mais duras corridas do Mundo, o ultramaratonista Valmir Nunes se preparara gora para encarar mais uma vez a Badwater, nos Estados Unidos. O atleta venceu a prova em 2007, com o tempo de 22h51min29s, marca não superada até hoje.

Considerada uma das corridas mais difíceis do mundo, a Badwater tem um percurso de 217 km pelo Deserto do Vale da Morte. Os participantes chegam a enfrentar uma temperatura de mais de 50 graus, além de um relevo acidentado indo de menos 85 metros do nível do mar até 4.421 metros de altitude, numa subida duríssima no trecho final do desgastante percurso.

Na Badwater só participam atletas convidados. Não há pontos de apoio ou hidratação e o uso de fluidos intravenosos desqualifica o competidor. Cada corredor tem de contar com a sua equipe própria e veículo, responsável por todas as necessidades, como água, gelo, alimentação e primeiros socorros.

A prova terá largada no dia 28 de julho, às 23 horas, pois houve uma mudança na regra e agora é proibido passar pelo Vale da Morte durante o dia, para evitar o desgaste causado pelo calor desértico. Apesar disso, o atleta, hoje com 51 anos, sabe que ainda terá que enfrentar um calor absurdo e superar limites físicos e psicológicos. O principal motivo de seu retorno à prova é a comemoração de seus 25 anos encarando disputas de longa distância.

Junto à Badwater, o ultramaratonista santista tem uma verdadeira coleção de títulos em provas, sendo um dos mais premiados do Mundo. São mais de 30 conquistas internacionais, como o bicampeonato mundial dos 100 km em 1991, na Itália, e 95, na Holanda (quando garantiu o recorde de 6h18min09s). Outra grande vitória foi em 2001, na Spartathlon, com incríveis 246 km, na Grécia.