Circuito das Estações agita Recife

Atualizado em 05 de agosto de 2016
Mais em Notícias

Fim de semana é para descanso? Não para os milhares de corredores que acordaram cedo neste domingo (21) para mais uma etapa do Circuito das Estações. Em Recife (PE), mais de 3.500 participantes dirigiram-se para as margens do Rio Capibaribe, pintando de amarelo a colorida região da capital pernambucana.

E nem mesmo o forte sol, comum na cidade, foi capaz de atrapalhar o ânimo dos participantes. Como comprovou Claudia Cristina Brainer de Oliveira, que correu 5 km e precisou diminuir um pouco o ritmo por causa da temperatura alta, mas sem parar.

“O calor fez eu diminuir um pouco meu ritmo. Em três momentos a frequência cardíaca subiu”, contou a professora de odontologia que completou o percurso em 31min26s. “Já cheguei a fazer em 27, 26 minutos”, explicou.

leia-mais-cinza
icon texto_menor PARTICIPOU DO CIRCUITO DAS ESTAÇÕES EM RECIFE? CONFIRA SEU RESULTADO AQUI

Participante veterana de corridas de rua, Claudia precisou ficar um tempo parada devido o trabalho. Voltou recentemente, em junho deste ano, e ainda busca uma melhor adaptação. “Fiquei um ano parada e ganhei peso. Até por isso a frequência cardíaca subiu”, relatou a participante de 31 anos.

Quem também acabou prejudicado pelo calor foi o historiador Breno Albuquerque, que participou da prova de 5 km. De acordo com o participante, o tempo quente o impediu de fazer uma melhor marca. “Não foi dos melhores (o tempo). Fiz em 24 minutos sendo que já corri a distância em 22 minutos”, explicou.

Há dois anos corredor de rua, Breno treina sozinho. E para montar as planilhas, utiliza um personal trainer online. Além disso, joga futebol e pedala para manter a forma física. “Meu personal trainer online monta minha planilha conforme meus objetivos. Quero baixar ainda mais meu tempo antes de tentar distâncias maiores”, finalizou.

Distância maior que foi percorrida por Aurelio Agnes. O militar de 30 anos foi um dos participantes da prova de 10 km, a qual completou em 49min48s. “Queria fechar na casa dos 48 minutos, que foi o meu melhor tempo na distância”, explicou o participante que iniciou no mundo de corrida após sofrer uma lesão no ombro.

“Fazia judô e parei após sofrer uma lesão. Neste tempo parado (1 ano e meio) ganhei peso e fiquei sedentário. Após começar a correr já perdi 13 kg”, comemorou Aurelio, que iniciou nas provas de 5 km e agora está focado nos 10 km.

“Penso em correr uma meia-maratona, mas isso ainda depende de dedicação”. Dedicação esta que não tem faltado ao participante. Afinal, já são 12 corridas no ano, incluindo todos os Circuito das Estações em Recife. “Quero fechar o ano com 20 provas”, projetou.

O Circuito das Estações prossegue no próximo domingo (28) com a etapa Primavera do Rio de Janeiro. Confira no site oficial do evento todas as datas.

icone-foto

[nggallery id=49]