Salvador celebra Circuito das Estações

Atualizado em 05 de agosto de 2016
Mais em Notícias

A Bahia recebeu, neste domingo, a etapa Outono do Circuito das Estações, em Salvador. Foi primeira prova das quatro etapas que compõem o circuito. Ao todo, mais de 4,5 mil corredores lotaram a Avenida Octávio Mangabeira, no centro da capital baiana, para a disputa dos 5km e 10 km.

Estreante
Uma das atletas mais era Tatiane da Silveira Lopes, 18 anos e estudante, Ela começou a correr por influência de seu pai, Carlos Goncalves Santos, e fez neste domingo sua estreia em provas de 5 km, com tempo na casa de 44 minutos. Nova no meio, ela fez toda sua preparação na academia, sem acompanhamento especial de personal trainner.

Esporte único
Outro que também gostou de sua participação nesta 1ª etapa do Circuito das Estações, foi George Souza de Lima, de 31 anos e corredor há três anos, que completou os 10 km em 1h24min.

O tempo ainda está longe de seu recorde na prova – 1h04min –, mas, diante de condições que George considera adversa, foi bom.
“O clima estava muito abafado, com muitas nuvens que, na verdade, atrapalham mais o desempenho que o próprio sol”, disse o atleta. “Além disso, não treinei tanto quanto eu deveria nos últimos meses, por conta de uma lesão na coluna”.

George, que é estudante de arte, é um apaixonado pela corrida, esporte que ele define como o único capaz de prendê-lo. “Já pratiquei tênis, joguei futebol, mas nenhum outro me prendeu”, diz o jovem que atualmente treina em com outras 34 pessoas, numa equipe de corrida batizada de US Run.

Idade não é impedimento
Dos 4.5 mi inscritos, 2 mil correram os 5 km. Entre esses, estava Margarida dos Santos Bittencour, aposentada de 67 anos, que não vê na idade empecilhos e vive intensamente o universo da corrida.

“Comecei a correr há três anos, por necessidade, para me movimentar, sair do sedentarismo e cuidar da minha saúde”, conta Margarida, que se disse satisfeita com seu desempenho na 1ª etapa do circuito das estações em 2015. “Fiz o tempo de 40 minutos, Queria melhorar meu tempo recorde, que é 37 minutos, mas não foi possível, tive que dar uma parada”.

Margarida, uma das mais veteranas entre os competidores, foi apresentada ao mundo das corridas por seu filho, Ranieri Bittencour, que é personal trainner e se encarrega pessoalmente da preparação da mãe. Com ótimo desempenho para sua idade, ela não vê a corrida como uma atividade competitiva (apesar de buscar melhoras em seus tempos), mas sim como aspecto fundamental noscuidados com sua saúde.

“Sou diabética e hipertensa. A corrida melhora muito minha saúde. Só evito cometer excessos (ao correr)”, diz a aposentada, que além de correr o Circuito das Estações em Salvador, já participou de provas no interior do estado, na cidade de Camaçari, a 41 km da capital Salvador.

leiamais-cinza-novo
PARTICIPOU DA ETAPA OUTONO DO CIRCUITO DAS ESTAÇÕES EM SALVADOR? VEJA O SEU RESULTADO 

 

No próximo domingo (29/03), o Circuito das Estações passará por Fortaleza. A próxima etapa em Salvador será em 19 de julho.

icone-foto

[nggallery id=162]