Just GivingFoto: Just Giving

'Robin' bate recorde com fantasia da meia-maratona

Atualizado em 04 de outubro de 2016
Mais em Notícias

Robin superou Batman. E não apenas isso: o galês que usou a fantasia do “garoto-prodígio” escreveu seu nome, Mike Kallenberg, no Guinness Book, o livro dos recordes. Agora, é dele a melhor marca do mundo em meia-maratona para um corredor trajado de super-herói. O novo recorde com fantasia é 1h09min34.

O tempo lhe rendeu a 19ª colocação na Meia de Cardiff, no País de Gales, no último domingo, 2. Batman, ou Carwyn Jones, amigo de Kallenberg, cruzou a linha de chegada logo depois, completando o percurso em 22º lugar, com 1h10min47.

Mike e Carwyn se inscreveram na prova para levantar dinheiro para um amigo em comum, Rob Bugden, que sofreu sérias lesões após saltar em paraquedas em janeiro, em Phoenix.

“Batman e Robin” não são meros amadores no atletismo. Nessa ordem, eles chegaram em primeiro e segundo nos 10.000m do Campeonato Galês, em Cardiff, em agosto.

 

 

Rob é bem conhecido tanto no meio da RAF, a Royal Air Force (Força Aérea Britânica), como no da comunidade britânica de atletismo. Ele representou a aeronáutica e seu país simultaneamente em várias provas de rua e de cross-country. Hoje está na ala de lesões da coluna do famoso Hospital Stoke Mandeville.

Os Jogos de Stoke Mandeville, cuja primeira edição foi disputada em 1948, foram o embrião dos Jogos Paralímpicos. Naquele ano, 16 soldados lesionados na Segunda Guerra Mundial disputaram provas de tiro com arco.

O desafio da dupla dinâmica agora é levantar 5 mil libras (cerca de R$ 20,5 mil) para ajudar Rob quando ele voltar do hospital. É possível efetuar doações para essa causa no site www.justgiving.com/crowdfunding/batmanandrobin.

O recorde masculino em maratona nessa categoria (corredor vestido como super-herói) ainda pertence ao britânico Matt Gunby, que completou a Maratona de Londres deste ano, no dia 24 de abril, em 2h27min43.