RJ: corrida e festa com a Night Run

Atualizado em 05 de agosto de 2016
Mais em Notícias

No sábado (08 de novembro), a nave da Night Run Etapa Júpiter pousou no Posto 3 da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. A prova reuniu oito mil participantes que curtiram uma noite de muita corrida, luzes, música, animação, e deram tudo de si nas provas de 5 km e 10 km, que tiraram muita gente da zona de conforto.

Como foi o caso de Ricardo Mirandela, de 33 anos, que se sentiu desafiado pelo percurso em sua segunda Night Run. “A prova de hoje foi diferente da minha primeira participação, pois foram 2 km na areia e 3 km no asfalto. Isso exigiu bastante de todos, mas, pra mim, foi o mais legal da corrida”, revela o coordenador administrativo, que fez os 5 km em 31 minutos.

Quem também sofreu nas areias da Praia da Barra foi Fabiana Rocha, de 31 anos. A professora de educação física começou a correr no ano passado, deu uma parada, e desde o início de 2014 retornou aos treinos. “Como estou voltando aos poucos, senti bastante o cansaço, principalmente na parte final da prova, que foi na praia. Apesar disso, consegui completar bem”, conta a participante que percorreu os 5 km em 38 minutos.

leia-mais-cinza
icon texto_menor  PARTICIPOU DA NIGHT RUN NO RIO DE JANEIRO? VEJA AQUI SEU RESULTADO

Para Fabiana, alguns elementos foram importantes para dar um gás a mais durante a prova. “A música e a paisagem, com certeza, deram uma força extra para a gente chegar lá”, relata.

Diferente dos corredores citados, o comerciário Sandro Paixão Faria, de 33 anos, não teve muitas dificuldades durante a corrida. “Foi minha primeira prova noturna e gostei muito. Estava tudo bem organizado e, como já sabia que o percurso passaria pela areia fofa, me preparei bastante durante semana para não ter problemas. No fim, tudo deu certo”, diz o participante, que concluiu os 10 km em 58 minutos.

E se depender do que Sandro viu em sua estreia, a Night Run Etapa Júpiter será a primeira de muitas. “O que mais gostei foi o cenário, as luzes e o clima de festa da prova, que estava muito bem finalizada”, elogia.

[nggallery id=82]