Pistorius é condenado por assassinato

Atualizado em 30 de maio de 2017
Mais em Notícias

O atleta paraolímpico sul-africano Oscar Pistorius, foi declarado culpado pelo assassinato da ex-namorada, a modelo Reeva Steenkamp, pela Corte de Apelação da África do Sul. Pistorius, que cumpria pena em regime domiciliar, ainda não teve a pena determinada. A punição pode chegar a 15 anos de cadeia no país.

Pistorius recebeu em outubro a autorização para cumprir sua pena em regime domiciliar, na casa de um tio. Com a condenação, deverá voltar à cadeia, já que os advogados da vítima e da Corte argumentam que o atleta teve intenção criminal quando atirou em Reeva, no dia 14 de fevereiro de 2013. O dono de oito medalhas olímpicas chegou a cumprir um ano da condenação na cadeia.

leia-mais-cinza
iconezinho OSCAR PISTORIUS CONSEGUE PRISÃO DOMICILIAR 

O juíz Erich Leach informou a veículos sul-africanos que para que a nova condenação de Oscar Pistorius seja homologada é preciso que a Justiça acate o pedido de revisão da pena e o da qualificação do crime. Para o Tribunal de Apelação, mesmo com a versão de Pistorius, de que ele confundiu a ex-namorada com um assaltante não inviabiliza o fato de que ele s não poderia ignorar o risco de mata alguém, independente de quem fosse a vítima, ao disparar quatro balas de grande calibre através da porta de um banheiro pequeno.