Oscar Pistorius consegue prisão domiciliar

Atualizado em 04 de agosto de 2016
Mais em Notícias

O para atleta sul-africano Oscar Pistorius, condenado a cinco anos de prisão pela morte da ex-namorada modelo Reeva Steenkamp, vai sair da prisão neste terça-feira (20 de outubro) e cumprir o restante da pena em casa. O campeão mundial e olímpico nos 100 m cumpriu 12 meses em regime fechado, mas desde sua condenação, em 21 de agosto de 2014, Pistorius e sua defesa tentavam a diminuição da pena ou a prisão domiciliar. A pena do sul-africano termina no segundo semestre de 2019.

leiamais-cinza-novo
icon texto_menor OSCAR PISTORIUS SE LIVRA DA PRISÃO PERPÉTUA
icon texto_menor PISTORIUS NEGA CRIME PREMEDITADO 

O velocista de 28 anos, dono de seis medalhas olímpicas (sendo quatro ouros) e também o primeiro atleta com deficiência a competir nas eliminatórias e se classificar para uma Olimpíada (Londres 2012) foi julgado culpado por homicídio culposo (sem intenção de matar) por ter atirado em Reeva no Dia dos Namorados, em 14 de fevereiro de 2013. Oscar alegou que atirou contra a namorada por engano, pois pensou ser um ladrão que invadia a residência.