Night Run invade as ruas de Campinas

Atualizado em 05 de agosto de 2016
Mais em Notícias

Para aproveitar a noite de sábado, 4500 mil corredores saíram de suas casas e foram às ruas de Campinas para mais uma etapa da Night Run, circuito de corrida noturna. Aos poucos, grupos de amigos, casais e familiares se aglomeraram na Praça Arautos da Paz para percorrer os 5 e 10 km da prova.

E o que não faltou foi animação, que estava presente no rosto de todos os corredores. Como no caso de Fabiana Queiroz, a dentista de 32 anos, que correu os 5 km da prova. “Foi muito boa, eu adorei bastante. Terminei o percurso em 23 minutos e quebrei meu recorde pessoal, por isso, a prova tem um gostinho mais do que especial”, afirma.

A corredora, que começou no esporte para perder peso, encontrou uma motivação para nunca mais parar. “Eu perdi 33 kg com a corrida e, por isso, estou de pé todos os dias para continuar a correr. É uma batalha que ainda não venci totalmente, pois preciso perder mais peso, mas sinto que, a cada quilometro percorrido, estou mais próxima de alcançar meu objetivo”, encerra a animada Fabiana.

leia-mais-cinza
icon texto_menorPARTICIPOU DA NIGHT RUN? CONFIRA AQUI SEU RESULTADO

Quem também garantiu presença na Etapa Júpiter da Night Run foi o corredor Pedro Ubaldo de Lima Filho, o aposentado de 59 anos que correu sua primeira prova noturna. “É a primeira vez que saio para correr à noite. Vim com o meu filho que insistiu para correr ao meu lado desde a largada. Foi simplesmente maravilhoso”, explica Pedro Ubaldo.

“Comecei a correr depois do meu cardiologista me alertar do risco do sedentarismo para a minha vida. Então, meu filho que já corria, me mostrou os prazeres do esporte e não parei mais. Agradeço todos os dias por correr e ser outra pessoa: mais ativa, saudável e, claro, mais feliz”, comemora o aposentado.

Participando pela terceira vez da Night Run, a professora Maria de Lourdes Pinto, de 27 anos, aprovou o percurso da prova. “Estava muito bem organizado, e pude correr os 10 km tranquilamente. Fiz 48 minutos, um dos meus melhores tempos”, conta a corredora.

“O que mais gosto na Night Run é essa animação, as músicas e os outros corredores, que estão sempre bem dispostos e felizes. É muito gostoso o clima que a prova, em si, transmite. Por isso que não deixo de participar. Eu gosto bastante”, finaliza Maria de Lourdes.

Contagiada pela música e pela energia dos outros corredores, a corretora de imóveis Luzia de Andrade, de 39 anos, encarou os seus primeiros 10 km em provas. “Foi muito gostoso. Até o momento, só tinha treinado para 8 km. Hoje, resolvi ir além e o resultado foi muito bom. Consegui terminar a prova bem, sem quebrar e isso me deixa muito contente”, explica.

“Nunca tinha pensado em sair de casa em um sábado à noite para correr. Como minhas amigas da academia participam sempre da Night Run, peguei o embalo e me inscrevi. E não me arrependo. É muito gostoso o clima, as músicas, a animação, a organização… tudo. Estou muito feliz”, encerra a corredora.

No dia 4 de outubro, a etapa Júpiter desembarca em Brasília, na Esplanada dos Ministérios.

icone-foto
[nggallery id=44]