Night Run esquenta a noite de Salvador

Atualizado em 05 de agosto de 2016
Mais em Notícias

Nem mesmo a chuva forte da noite do último sábado (16 de maio) fez com que os 5.500 corredores de Salvador e arredores deixassem de curtir o embalo da corrida noturna Night Run. A cidade, festeira por natureza e acostumada a aglomerações, dessa vez viu uma multidão invadir suas ruas para percorrer os 5 km e 10 km da Etapa Fogo da prova.

Dentre os corredores estava Jorge Luis Santos Gonzales, professor de educação física, 49 anos, que é um dos fãs do evento. “Já participei diversas vezes dessa corrida. Ela é muito bem organizada e o fato de poder correr à noite aqui em Salvador, uma cidade tão quente, é excelente, pois o clima está mais ameno e eu não sofro tanto com o calorão que faz”, conta. Gonzalez participou da corrida de 10 km. “Consegui alcançar minha meta, pois corri muito forte. Fechei o percurso em 55 minutos e mantive um pace médio por volta dos 5 minutos por quilômetro. Eu acho perigoso correr quando chove muito, então preferi manter os treinos na academia e o treino funcional. Mesmo assim consegui manter meu ritmo dentro do que planejava.”

leiamais-cinza-novo
icon texto_menor  PARTICIPOU DA NIGHT RUN SALVADOR? CONFIRA O SEU RESULTADO AQUI

Quem também participou da prova com o foco em baixar tempo foi Rosivan de Andrade Santos, empresário, 32 anos. O corredor, que já participou de outras duas edições da Night Run, optou pelos 5 km, distância que tem como foco hoje em dia. “Eu acho essa prova muito boa e com corredores de todos os estilos. Adoro poder correr a Night Run e já estou me preparando para a Etapa Água, quando pretendo fazer os 10 km. Isso porque fui bem nessa prova e bati meu recorde pessoal, 5 km em 26 minutos. Estou muito feliz”, conta. Para conseguir ir mais rápido, Santos pegou firme nos treinos. “Corro toda terça, quinta e sábado fazendo treinos de 10 km durante a semana e de 12 km no fim de semana. Quando consigo, ainda aposto em um treino menor, de 5 km, em outro dia da semana para melhorar a minha velocidade”, diz.

Já Karla Eugenia Nascimento Dalto, dentista de 43 anos, gosta de participar da Night Run por causa da ambientação com muita música, luzes e pirotecnias. Para ela, esse é um momento especial para curtir as passadas ao lado dos amigos e ótima razão para registrar os momentos inesquecíveis da prova. “Eu corro há cinco anos. Comecei por incentivo dos meus amigos e, hoje, estou sempre com eles nos eventos. Adoro o clima da Night Run e dessa vez não foi diferente. A prova é ótima”, avalia. No entanto, a chuva forte atrapalhou um pouco o desempenho da corredora, que optou pelo percurso de 5 km. Por conta disso, ela manteve o pace médio de 7 minutos por quilômetro, fechando a prova em 38 minutos. “Mas o meu objetivo não era correr muito rápido, mesmo. Queria mais curtir a corrida ao lado de tanta gente bacana”, finaliza.

A NightRun Salvador foi a sexta do circuito de corridas noturnas da O2 – num total de 16 provas; 11 da Etapa Fogo e cinco da Etapa Água. Também no último sábado, Recife recebeu a Night Run. As cinco primeiras corridas do ano (todas da Etapa Fogo) aconteceram em São Paulo (março), Porto Alegre (abril), Rio de Janeiro (abril), Belo Horizonte (maio) e Brasília (maio).

A próxima prova, também valendo pela Etapa Fogo, acontece no próximo sábado (23 de maio), em Curitiba. A primeira competição da Etapa Água ocorre no Rio de Janeiro, no dia 15 de agosto.

icone-foto Instagram #anoitevaiferver

[justified_image_grid instagram_tag=anoitevaiferver instagram_show_user=no]