Maratona de Jerusalém: corrida e história

Atualizado em 05 de agosto de 2016
Mais em Notícias

Se você gosta de correr provas que tenham mais do que os 42 km, a Maratona Internacional de Jerusalém, também com percursos de 1 km e de 5 km, que rola entre os dias 11 e 13 de março, pode ser uma boa pedida. Mesmo sendo novinha (ela chega, em 2015, a sua 5ª edição), a cada ano que passa a prova vem atraindo os olhares de corredores dos mais variados destinos, tanto pela própria prova, que é muito bem organizada, quanto pelos possíveis passeios que o corredor pode fazer por lá, já que o local é cheio de história e uma beleza arquitetônica invejável, combinada com uma topografia única.

Para que tenha ideia, na edição de 2014 a Maratona de Jerusalém recebeu mais de 26 mil participantes, incluindo 1.700 corredores de 54 países do mundo todo. Brasileiros eram vários. Inclusive o terceiro colocado da meia-maratona, que rola na mesma semana dos 42 km, foi o frentista Marcos Rogerio Costa Dias, de Santana do Livramento, na Fronteira oeste do Rio Grande do Sul.

No trajeto, estão os pontos mais conhecidos de Israel, como a Cidade Velha, a Piscina do Sultão, Monte Sião, a Colônia Alemã, o boulevard de Jerusalém e o Monte das Oliveiras.

O evento tem, ainda, uma série de eventos culturais planejados em torno da maratona. E os corredores estrangeiros têm descontos especiais em restaurantes, museus entre outras atrações locais, além de serem convidados da tradicional noite das massas que acontece na véspera da maratona.

Pensa em participar? As inscrições já estão abertas no site da Maratona Internacional de Jerusalém, onde você encontra mais informações.