Etapa Fogo da Night Run esquenta Curitiba

Atualizado em 05 de agosto de 2016
Mais em Notícias

A empolgação dos corredores ganhou as ruas de Curitiba, no sábado (23 de maio), com a Etapa Fogo da  Night Run. O clima quente da corrida noturna fez jus ao nome da prova e “incendiou” o asfalto das ruas ao longo dos percursos de 5 km e 10 km.

Além de se desafiarem, os cerca de 4 mil corredores puderam curtir todo o clima festivo da Night Run, que tomou conta do Jockey Club do Paraná. As luzes, música e pirotecnias colaboraram para o tom festivo das provas.

E isso foi um dos pontos que mais chamou a atenção de Christian Merlin Neves, técnico judiciário, 42 anos, que correu pela primeira vez a Night Run. “Eu passei dos 5 km para os 10 km agora e quis testar como estava o meu rendimento na corrida de rua. Escolhi essa prova porque já havia ouvido falar bem da organização e, de fato, ela foi ótima. A arena com muita música e iluminação é muito bacana, além de o percurso da prova ser muito bom”, conta. Ele correu ao lado da mulher, Viviane Tom Cancareli, engenheira elétrica, 38 anos. “Foi ela quem me incentivou a começar na corrida. Há seis meses os médicos pediram para que eu mudasse a minha alimentação e começasse a me exercitar. Esse foi um motivo a mais para que eu acompanhasse a minha esposa na corrida de rua. Estou adorando a experiência. Consegui fechar em 59 minutos. Puxei um pouco mais meu ritmo, mantendo uma média de pace de 6 minutos, para terminar bem a prova. Fique cansado, mas a corrida foi ótima”, avalia.

leia-mais-cinza
icon texto_menor  PARTICIPOU DA NIGHT RUN CURITIBA? CONFIRA O SEU RESULTADO AQUI

Quem também correu acompanhada foi Andrea da Silva Alves Rauen, bancária, 41 anos. Ela percorreu os 5 km ao lado de seu namorado, o também bancário Paulo Roberto Leandro Soares, de 42 anos. “Nós queríamos baixar o nosso tempo nos 5 km e conseguimos. Fiquei muito feliz por isso, já que passei pela linha de chegada aos 30 minutos”, conta. O objetivo faz parte do treinamento da dupla para o segundo semestre: “Vamos partir para os 10 km e queremos estar muito bem treinados.” Para isso, a corredora treina três vezes na semana, sempre 5 km, mas agora tentando ser mais rápida. “Em breve aumentaremos as distâncias”, diz.

Paulo Henrique dos Santos, analista de sistemas, 35 anos, também fez a prova de 5 km. “Eu voltei a correr no ano passado, depois de seis anos afastado das passadas por conta do trabalho e do estudo e resolvi fazer pela primeira vez a Night Run. Achei uma prova fantástica e estou muito feliz com o meu resultado”, conta o corredor que fechou o percurso em 28 minutos e manteve um pace na casa dos 5 minutos. “Eu comecei a participar das provas de corrida agora. Essa é a minha segunda competição. Tenho como objetivo avaliar o meu desempenho. E o meu rendimento na Night Run fez com que eu ficasse ainda mais animado para continuar treinando firme.”

A Night Run Curitiba é a oitava prova da Etapa Fogo. Fortaleza também recebeu a prova no sábado. As próximas corridas noturnas do circuito acontecem neste sábado (30 de maio), em Campinas (Etapa Fogo); e no Rio de Janeiro (Etapa Água), no dia 15 de agosto.

icone-foto Instagram #anoitevaiferver

[justified_image_grid instagram_tag=anoitevaiferver instagram_show_user=no]