Enda: o primeiro tênis de corrida queniano (Foto: divulgação)Foto: Enda: o primeiro tênis de corrida queniano (Foto: divulgação)

Enda: o primeiro tênis de corrida queniano

Atualizado em 20 de setembro de 2016
Mais em Corrida

O Quênia, berço dos corredores de longa distância mais velozes do mundo, está prestes a ter sua primeira marca de tênis de corrida feita 100% no país. Batizada de Enda, que significa “ir” em Suaíle – idioma do país –, a marca está desenvolvendo um modelo de calçado que visa atender às necessidades de qualquer corredor, mas sem deixar de lado a cultura e história local, e, claro, as habilidades de seus superatletas.

Para se tornar realidade, o projeto foi lançado na plataforma de financiamento coletivo Kickstarter, tendo arrecadado quase US$ 110 mil, o que representa 45% a mais do que seu objetivo inicial. Aqueles que contribuíram com a ideia devem receber os primeiros modelos já a partir de novembro deste ano, prazo também estipulado para o início das vendas. O valor do tênis será de US$ 100.

Características
Os principais diferenciais do Enda são o drop de 4mm, a estrutura mais larga na parte da frente para não apertar o dedo mindinho e a leveza (224 gramas). Além disso, o produto é carregado de símbolos e elementos que remetem à cultura queniana. As cores dos calçados são inspiradas na bandeira do país (verde, vermelho e preto) e o logo remete à imagem de uma ponta de lança, que também está presente na bandeira do país.

Made in Quênia
Com o objetivo de gerar empregos a muitos quenianos, a proposta da marca é desenvolver um produto feito do início ao fim no país. Contudo, a falta de equipamento e tecnologia apropriados não permite com que a ideia seja hoje viável. Nesta primeira fase, portanto, a Enda contará com a ajuda de instalações chinesas que também produzem calçados para grandes marcas esportivas.