Clássico no domingo: Maratona de NY

Atualizado em 05 de agosto de 2016
Mais em Notícias

No próximo domingo (2 de novembro), a tradicional Maratona de Nova York encerra as provas do grupo World Marathon Majors. Por conta disso, a elite está de olho na prova, que ainda vai dar ao vencedor um prêmio no valor de US$ 100.000.

Entre os homens, a disputa do título da 44ª edição do evento está entre os quenianos Geoffrey Mutai (2h03min02s) e Wilson Kipsang (2h03min23s), assim como os etíopes Lelisa Desisa (2h04min45s) e Gebre Gebremariam (2h04min53s). Entre as mulheres, no entanto, a disputa não está tão acirrada, tendo dois nomes de destaque: Mary Keitany (2h18min37s) e Buzunesh Deba (2h19min59s), que querem baixar o recorde feminino da prova, que é de Margaret Okayo, com 2h22min31s, conquistado em 2003.

Geoffrey Mutai está defendendo o seu título, visto que ele foi o campeão da última edição. Mas ele não é o único a ter experiência na prova. Gebre Gebremariam também já subiu no lugar mais alto do pódio, em 2010, e busca uma nova vitória.

Apesar de essa ser a estreia de Wilson Kipsang na Big Apple, ele também está entusiasmado para a competição, pois venceu a Maratona de Londres e é o único maratonista da história que já completou cinco provas abaixo das 2h05min. Aliás, ele e Mutai estão de olho no recorde mundial, de 2h02min57s, conquistado por Dennis Kimetto na Maratona de Berlim, em setembro.

Mais: se Kipsang ganhar a prova, ele leva para casa, também, o título das Majors (que é de US$ 500.000) por conquistar as edições de 2013 e 2014. Caso contrário, o prêmio vai para Kimetto, justamente, pela quebra de recorde em Berlim.

leia-mais-cinza
icon texto_menor  FAÇA A SUA MELHOR MARATONA DE NOVA YORK
icon texto_menor  TÊNIS COMEMORAM A MARATONA DE NY
icon texto_menor  MARATONA DE SÃO PAULO X MARATONA DE NOVA YORK
icon texto_menor  O QUE LEVAR NA MALA DE VIAGEM PARA UMA MARATONA

Mesmo não contando com muitas vitórias, o corredor Desisa não deixa de ser um dos favoritos. Tudo por conta de sua estreia em maratonas, no ano passado, quando ele venceu em Dubai com o tempo de 2h04min45s. Sua tática de corrida pode assustar os mais experientes.

Prova feminina
Keitany, de 32 anos, ficou afastada das maratonas desde que conquistou o quarto lugar na Olimpíada de Londres, em 2012, quando resolveu parar com os treinos por um tempo para se dedicar ao nascimento de seu segundo filho. Mas seus dois títulos consecutivos, na Maratona de Londres (2011 e 2012), fazem da corredora uma forte candidata em Nova York. Isso porque, além das vitórias, a queniana conquistou a marca de 2h18min37s, o que a colocou como a terceira mulher mais rápida em maratonas da história, perdendo apenas para a britânica Paula Radcliffe e para a russa Luliya Shobukhova. Dentre suas metas no domingo, aliás, está baixar ainda mais o seu tempo e, quem sabe, ser a corredora mais rápida do mundo.

Deba, apesar de etíope, mora no Bronx, o que faz com que ela tenha certa vantagem no percurso, já que seus treinos já são feitos em Nova York. Este ano ela terminou a Maratona de Boston em segundo lugar, fazendo o seu melhor tempo (2h19min59s). Isso faz com que ela tenha ainda mais motivação para ganhar a prova na sua cidade natal adotada.

(Fonte: site official da Maratona de Nova York)