Elite na Maratona de Berlim

Atualizado em 05 de agosto de 2016
Mais em Notícias

Nos próximos dias vão rolar algumas das maratonas mais concorridas do mundo: a Maratona de Berlim, a Maratona de Chicago e a Maratona de Nova York. Por mais que as duas últimas chamem mais a atenção dos corredores de elite (por seus prêmios e pela possibilidade de baixar o recorde mundial da distância), este ano alguns deles resolveram abrir mão das disputadas competições para se dedicar à Maratona de Berlim, que acontece no dia 28 de setembro. Por isso, a chance do registro do corredor mais rápido dos 42 km surgir em Berlim também é alta.

O recorde é de 2h03min23s do queniano Wilson Kipsang, que também é dono da terceira melhor marca de todos os tempos (2h03min43s). Aliás, ele é o único maratonista que conseguiu correr duas vezes com tempo na casa dos 02h03min00. E como a capital alemã é conhecida pelos tempos baixos, já que conta com seis dos dez resultados mais rápidos de todos os tempos, alguns dos atletas vão para a prova apenas com esse intuito de ter uma nova marca pessoal.

leia-mais-cinza
icon texto_menor  4 CURIOSIDADES SOBRE A MARATONA DE BERLIM

Esse é o caso de Shalane Flanagan, medalhista de bronze nos Jogos Olímpicos de Pequim (2008). Ela está focada no tempo e acha que Berlim é o melhor lugar para conseguir a sua meta. Seu único objetivo na corrida é quebrar o recorde da maratonista americana Deena Kastor, com o tempo de 2h19min36s, criado em Londres (2006). Ela não pensa em levar para casa o título da prova, apesar de estar treinando forte.

Dentre as mulheres, Shalane terá ao seu lado mais algumas corredoras bastante fortes, como é o caso da queniana Gladys Cherono. Ela foi a última corredora da elite a confirmar presença na prova, mas chega a essa competição da Iaaf Gold Label Road Races com sede de vitória. Para isso, no entanto, terá de superar a vencedora da Maratona de Tóquio, Tirfi Tsegaye, que também esta treinando duro para a competição, e a terceira colocada no último mundial, Kayoko Fukushi.

Entre os homens, o principal candidato ao primeiro lugar é o queniano Dennis Kimetto, vencedor da Maratona de Chicago e de Tóquio no ano passado. Ele tem em mente melhorar o tempo de Wilson Kipsnag (2h03min23s) estabelecidos na prova do último ano. Mas, para isso, terá de melhorar sua marca pessoal em Berlim: 2h03min45s, estabelecida em 2013.

O também queniano Geoffrey Kipsang tem o mesmo objetivo de seu conterrâneo: bater o recorde da maratona nesta prova. Mas, ainda terá como adversário o etíope duas vezes campeão da Maratona de Londres, Tsegaye Kebede, que é outro forte candidato, e o campeão da Maratona de Londres em 2011, Emmaniel Mutai.

Você também vai participar da prova? Compartilhe conosco, aí embaixo na parte dos comentários, quais são as suas expectativas.