Doping com EPO: Sueli é flagrada 2 vezes

Atualizado em 30 de maio de 2017
Mais em Notícias

A Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem (ABCD) divulgou a confirmação do doping com EPO da maratonista goiana Sueli Pereira Silva, que testou duas vezes positivo para a substância eritropoietina, sendo a última no dia 10 de janeiro, na disputa da Corrida de Reis, em Cuiabá (MT). A primeira confirmação de doping da atleta foi durante a São Silvestre 2015. Nas duas provas, Sueli foi a melhor brasileira, com o 3º lugar em São Paulo e o 4º lugar em Cuiabá.

O anúncio do doping duplo com EPO foi feito pelo secretário da ABCD, Marco Aurélio Klein, que reforçou que a entidade vai aumentar o cerco de exames antidoping em corridas de rua no Brasil. A atitude faz parte do alinhamento com a Federação Internacional de Atletismo (IAAF), de promover maior combate a atletas que se dopam para obterem vantagem nas competições às vésperas dos Jogos Olímpicos.

leiamais-cinza-novo
icon texto_menor RIO 2016: MARATONA JÁ TEM 1469 ÍNDICES 
icon texto_menor DOPING: BRASILEIRO DIZ QUE FOI SABOTADO 

Sueli Silva optou por não pedir a contraprova do exame e agora espera a decisão da ABCD de qual será sua punição. Atualmente, a maratonista é a quarta melhor da corrida por uma vaga nos Jogos, com o tempo de 2h39min36s, na Maratona de Santiago (Chile). Vale lembrar que só as três melhores corredoras se classificam para a maratona olímpica do Rio 2016. O anúncio das classificadas será feito no dia 6 de maio.