Nike anuncia modelo de tênis para quebrar barreira das 2h na maratona

Atualizado em 07 de março de 2017
Mais em Notícias

A Nike anunciou nesta terça-feira o Zoom Vaporfly Elite, tênis desenvolvido para que o queniano Eliud Kipchoge, o etíope Lesisa Desisa e o eritreu Zersenay Tadese, os três principais fundistas da gigante norte-americana de material esportivo, corram uma maratona abaixo de 2 horas ainda este ano.

O modelo é novidade do projeto Breaking2, campanha multidisciplinar que envolve especialistas das áreas de biomecânica, treinamento, fisiologia, design e engenharia para que algum de seus atletas atinja a marca simbólica e estabeleça um novo recorde na prova.

As tecnologias usadas no Zoom Vaporfly Elite, que será personalizado para cada um dos atletas, serão utilizadas em outros dois modelos comerciais: o Zoom Vaporfly 4% e o Zoom Fly, que devem chegar às lojas do ramo no dia 8 de junho.

“Alimentada por uma paixão pela corrida, a Nike começou a trabalhar em 2013 num calçado que apresentasse soluções específicas para a maratona. Um ano mais tarde, o esforço se transformou num compromisso sólido com a diminuição da marca para menos de 2 horas, levando à criação do Breaking2”, contou a empresa.

 

 

De acordo com a Nike, os três calçados têm enfase na redução de peso, maximizando a aerodinâmica e oferecendo mais amortecimento. Placas de fibra de carbono, titânio, nylon de fibra de carbono, além de espumas, foram usadas na composição dos tênis.

Geng Luo, integrante de um centro de pesquisas da Nike, não fornece muitos detalhes sobre o material utilizado, mas diz que “a magia está no processamento da espuma para entregar um desempenho melhor”. A espuma é o segredo da marca norte-americana para um retorno de energia de até 85%. 

Vale lembrar que a Adidas lançou, no final de fevereiro, o adizero Sub2, também desenvolvido com a finalidade de alcançar o sub-2h na maratona e utilizada pelo queniano Wilson Kipsang na Maratona de Tóquio, no dia 28. O atleta completou a prova em 2h03min58s.