Após 10 anos, argentino ganha Maratona de Bs. As.

Atualizado em 05 de agosto de 2016
Mais em Notícias

Este ano os quenianos da categoria masculina não tiveram vez na Maratona de Buenos Aires, que rolou neste domingo (12 de outubro). Mariano Mastromarino bateu os atletas conhecidos como os mais rápidos do mundo e levou o título da prova com o tempo de 2h15min28s.

Com a façanha, o corredor quebrou uma sequência de 10 anos sem que um argentino vencesse a prova. O último argentino que tinha conseguido o feito foi Oscar Cortinez, na edição de 2004.

A vitória de Mariano, no entanto, não foi comum. Ao ultrapassar o queniano Julius Karinga no quilômetro 37, os organizadores do evento confundiram o vencedor com um intruso, chegando a questioná-lo no meio do trajeto. Logo a situação foi esclarecida e Mariano cruzou a linha de chegada sob aplausos calorosos de seus compatriotas, que não aguentavam mais esperar para que o título da importante maratona voltasse ao país de origem.

Na competição feminina não houve grandes surpresas. A queniana Lucy Karim, que era favorita ao título, venceu a prova com o tempo de 2h38min53s, sua terceira vitória consecutiva em Buenos Aires. Ela foi seguida pela etíope Zeytuna Mude, que completou o percurso com 2h39min16s, e em terceiro ficou a argentina Rosa Godoy, com o tempo de 2h44min3s.

A prova contou com mais de 10 mil participantes.