Faça alongamentos mais proveitosos

Atualizado em 29 de abril de 2016
Mais em Iniciantes

Grande parte dos corredores iniciantes sente aflição só de ouvir a palavra alongamento. E se você faz parte desse grupo, saiba que existem formas de fazer com que aqueles movimentos estáticos de contração da musculatura (que são essenciais para o bom rendimento) sejam mais proveitosos.

Ter flexibilidade é importante para que o seu rendimento melhore, mesmo você sendo novato na corrida. No entanto, para que você não sinta aquelas dores típicas do estica e puxa do alongamento, é necessário que você não faça os exercícios até o máximo da sua musculatura, nem antes, nem depois do treino.

O que fará com que esse tipo de movimento seja mais satisfatório é fazer com que o ganho de flexibilidade faça parte dos seus treinos, pois assim o seu corpo ficará acostumado com esse tipo de solicitação da musculatura. Mas o trabalho deve ser feito em dias alternados aos dos treinos intensos. Prefira fazer os alongamentos para o ganho de flexibilidade (aqueles em que você estica pernas e braços) em dias de treinos regenerativos. Nos demais, aposte em alongamentos dinâmicos, que unem movimentos da corrida com exercícios para esticar a musculatura, como pequenos saltos.

leia-mais-cinza
icon texto_menor  COMO AQUECER COM UM TROTE LEVE
icon texto_menor  6 PASSOS PARA DRIBLAR O MURO DOS 3 MESES
icon texto_menor  CAMINHADA PARA COMEÇAR OS TREINOS

É claro que os alongamentos estáticos devem ser praticados com regularidade, e não só quando a musculatura sente necessidade por estar muito contraída. Mas para ter bons resultados é preciso seguir algumas estratégias, visto que os músculos mais alongados têm menos probabilidade de lesões, bem como possibilitam ao corredor uma execução mais correta do movimento.

Pensando nisso, aposte nessas táticas.

Antes da corrida
O alongamento deve ser realizado de forma estática, não mais do que 30 segundos. Nunca leve o músculo a um alongamento máximo. O objetivo aqui é, apenas, o de preparar a musculatura para a prova. Faça um aquecimento articular, antes do alongamento, com um trote leve.

Depois da corrida
O alongamento posterior à prova também é importante. Mas primeiro caminhe ou trote (de 5 minutos a 10 minutos) com o objetivo de soltar a musculatura antes do alongamento. Faça os movimentos de forma leve, para que, assim, os músculos que foram tão requisitados durante a corrida possam ser aliviados do esforço.

(Fonte: José Eduardo Coghi Pompeu, educador físico da Bodytech Market Place – São Paulo)