Como faço para perder peso com a corrida?

Atualizado em 28 de abril de 2016
Mais em Iniciantes

Muitas pessoas começam a correr com um objetivo claro: perder peso. De fato essa é uma ótima atividade para quem tem esta meta, visto que, geralmente, correr com intensidade média durante 45 minutos elimina, em média, 600 calorias.

leia-mais-cinza

icon texto_menor  6 SEGREDOS DOS CORREDORES MAGROS
icon texto_menor  POR QUE EU ESTOU GANHANDO PESO DURANTE O TREINAMENTO?
icon texto_menor  10 PASSOS PARA PERDER PESO COM A CORRIDA

Porém, depois de um tempo se exercitando, eliminar os quilos a mais se torna uma difícil tarefa. Isso porque num primeiro momento a perda de água é abrupta durante o exercício, fazendo com que você perca peso. Entretanto, depois dessa primeira fase (que empolga qualquer corredor) começa o processo de eliminar gordura. E é aí que tudo fica mais complicado.
A perda de gordura está ligada a aceleração metabólica e a intensidade dos treinos. Se você não está conseguindo emagrecer, provavelmente sua corrida está estabilizada. Isso significa que é preciso mudar os estímulos de seu treinamento para poder secar.
Para mudar isso, você pode apostar nas variações abaixo:

1. Fartlek
A técnica se baseia na variação de estímulos. Neste treino de velocidade, você deve variar o ritmo e o terreno. Isso possibilita o maior gasto calórico.

2. Treino de resistência e de força
Para ganhar potência cardiovascular e, principalmente, aumentar a resistência muscular, a técnica se baseia em estímulos que visam o trabalho de força. Incluir subidas nos trajetos percorridos é uma ótima estratégia para isso. E ainda irá acelerar o seu metabolismo.

3. Endurance
Aqui, existe o equilíbrio entre o consumo de oxigênio e o gasto energético. Sendo assim, a intensidade do seu treino tende a ser moderada, e o percurso praticamente plano. Este treino tem uma grande demanda calórica, o que provoca um alto gasto energético.

4. Intervalado aeróbio
Combinar períodos longos de corrida (no máximo 16 minutos) com intensidade de moderada a forte, dando pausas de 5 minutos para caminhadas, também pode ser uma boa pedida. Você terá sucesso no processo de emagrecimento, com o aumento da quilometragem semanal percorrida.

5. Intervalado Anaeróbio
Os estímulos, aqui, são mais curtos, mas com uma intensidade muito maior. O objetivo, além da queima de gordura pós-treino – visto que o seu metabolismo continuará trabalhando mesmo depois de você se exercitar –, é o ganho de condicionamento cardiovascular.

Cuidados
Mesmo adotando essas estratégias no treinamento, você ainda precisa tomar certos medidas para que a perda de gordura seja satisfatória. Preste atenção ao que você coloca no prato, pois de nada adianta você se dedicar aos treinos, se estiver exagerando nas calorias ingeridas.
Além disso, não se desespere. Lembre-se que os músculos são mais pesados que a gordura. Assim, você pode ganhar um pouco de peso mesmo fazendo tudo certo.

(Fonte: Dinho Oliveira, professor da Reebok Sports Club – São Paulo)