Como evitar a tensão enquanto você corre?

Atualizado em 29 de abril de 2016
Mais em Iniciantes

Correr com os ombros encolhidos, o queixo levantado demais ou colado no peito, a mão fechada, os cotovelos flexionados ou esticados e a expressão facial sisuda. Ao ler este perfil, certamente você se lembrou de algum companheiro de passadas. A tensão na corrida, apesar de prejudicial, é muito corriqueira.

leia-mais-cinza
icon texto_menor  PSICOLÓGICO INFLUENCIA ETERNOS INICIANTES
icon texto_menor  10 ATITUDES EQUIVOCADAS QUE SABOTAM O SEU ESFORÇO
icon texto_menor  8 SINAIS DO CORPO PARA VOCÊ DESCANSAR 

Enquanto você corre, é importante manter-se relaxado, já que a rigidez nos movimentos leva ao funcionamento inadequado do corpo, o que resulta em uma série de consequências que afetarão o seu rendimento, poderão fazer com que você abandone provas ou, ainda, ocasionarão lesões e dores.

Fadiga muscular, desequilíbrio entre as cadeias musculares (gerando instabilidades no movimento), aumento do esforço para vencer a resistência da musculatura tensionada, redução da amplitude do movimento articular e maior consumo de energia em função da contração muscular são apenas alguns dos sintomas.

E os motivos principais para que essa tensão surja são a falta de orientação técnica de corrida e o desequilíbrio pré-existente das cadeias musculares, que devem ser tratados com exercícios direcionados. Por isso, é tão importante que você saiba como se posicionar ao correr.

Siga as dicas abaixo:

Verifique os seus ombros
Se depois das primeiras passadas eles começarem a subir em direção às orelhas, algo está errado. Deixe-os, sempre, relaxados. No entanto, caso você perceba que seus ombros estão tensos, empurre-os para baixo.

Mantenha os braços em um ângulo de 90 graus
Quando os corredores ficam cansados ​​ou tensos, os braços começam a mover-se em direção aos ombros. Se você perceber que isso está acontecendo, deixe-os cair um pouco até formar o ângulo reto novamente.

Relaxe as mãos e os punhos
Você corre com as mãos e os punhos cerrados? Isso faz com que a tensão se desloque até os seus braços, subindo para os ombros e chegando ao pescoço. Mais uma vez o segredo é ficar relaxado. Você deve pensar que está segurando um ovo. Sem quebrá-lo, claro.

Mantenha os braços ao lado do corpo
Não os traga para perto do peito. Seus braços devem balançar ao seu lado, e não na frente do seu corpo. Se isso acontece, os braços passam a se mover em direção aos ombros e você começa a ficar mais curvado, o que também dificulta a respiração.

(Fonte: Guto Ferrari, coordenador de running da Academia Velox Fitness – Rio de Janeiro)