6 passos para driblar o muro dos 3 meses

Atualizado em 29 de abril de 2016
Mais em Iniciantes

Você começou a correr, está animado com os treinos, mas depois de alguns dias a sua empolgação já não é a mesma. É difícil colocar o tênis e ir para as ruas, quando existe um monte de outras possíveis atividades chamando a sua atenção, como a televisão, o computador ou aquela conversa com uma paquera.

O começo da corrida, realmente, não é fácil. O seu corpo precisa se adaptar aos estímulos das passadas e isso leva tempo. Mas como ultrapassar essa barreira dos três meses, tempo necessário para que você, definitivamente, seja mordido pelo bichinho da corrida? Reunimos seis estratégias para que você continue firme nos treinos. Agora, você não terá mais desculpas. Basta seguir alguns passos:

1. Antes de tudo tente (já que nem sempre é possível) realizar o treinamento de corrida no período do dia em que você se sente mais disposto. Respeitar o relógio biológico ajuda a iniciar e a dar continuidade não só aos treinamentos de corrida, mas em toda e qualquer atividade física.

leia-mais-cinza
icon texto_menor  COMO RESPEITAR O RITMO DE ADAPTAÇÃO DO CORPO
icon texto_menor  COMO SE COMPORTAR NA CORRIDA EM GRUPO
icon texto_menor  COMO PREPARAR A CABEÇA PARA A CORRIDA

2. Busque por uma assessoria ou grupo de corrida com a qual você se identifique. Existem assessorias que têm perfil extremamente competitivo, outras focadas mais na qualidade de vida, aquelas que possuem muito mais mulheres, as que têm faixa etária mais velha etc. Identifique qual é o seu perfil busque por uma que você se enquadra.

3. Convide um (ou mais) para iniciarem o treinamento de corrida com você. Dessa forma você acaba se comprometendo duplamente: com o seu treino e, também, com o amigo que está no mesmo barco que o seu.

4. Caso você opte por correr no fim do dia, saia do trabalho e vá direto para o treino. Evite ao máximo passar antes em casa para evitar a preguiça.

5. Se você é daqueles que nunca tem hora para sair do escritório, procure treinar de manhã cedo. Levantar cedo só depende de você. Mas sair do escritório no horário, nem sempre é fácil.

6. Sente junto com seu o treinador e monte um planejamento de objetivos, a curto, médio e longo prazo. O de longo prazo é o seu principal, aquele mais difícil e mais desafiante. Os de curto e médio prazo são as metas intermediárias que irão manter sua motivação. Isso é importante para que você tenha motivos suficientes para ir aos treinos.

(Fonte: Rogério Carvalho, treinador e preparador físico de corredores e triatletas em São Paulo)

Assessorias Esportivas