Dicas para encarar as trilhas de MTB

Atualizado em 09 de setembro de 2016
Mais em Treinamento

Quase todo mountain biker adora um singletrack. Isso porque a adrenalina vai a mil quando a trilha aperta. Afinal, alta velocidade, árvores passando perto e o contato próximo com a natureza são a receita perfeita da diversão. O mesmo singletrack que faz a alegria de alguns, no entanto, pode ser a tristeza de outros. Quem nunca enroscou o guidão em um arbusto ou perdeu a linha correta e foi parar no meio do mato? Mas algumas técnicas podem ajudar o mountain biker a evitar esses “acidentes de percurso” e ganhar mais fluidez nas trilhas. Por isso reunimos 7 dicas para te ajudar na hora de entrar nas singletracks.

Acerte a postura
Deixe braços e pernas flexionados e o corpo baixo. Não prenda o selim com as pernas e mantenha a suavidade para seguir melhor o terreno. Quando o singletrack é muito técnico, a dica é mudar o centro de gravidade da bicicleta, inclinando o corpo para trás.

Nas subidas
Em subidas técnicas, incline o corpo para a frente para não deixar a bicicleta empinar e mantenha-se sentado para não perder tração. Em caso de obstáculos, alivie o peso da roda dianteira puxando o guidão, depois fique em pé na bike e empurre o guidão para a frente, aliviando a roda traseira. Nessa hora, levante a traseira puxando os pedais com a sapatilha para facilitar a transposição.

Siga os mais experientes
Fazer ultrapassagens em um singletrack é sempre complicado. Por isso, permita que ciclistas mais rápidos sigam à sua frente e aproveite a oportunidade para observar as linhas que eles adotam.

Use as laterais
Instintivamente, acabamos pegando a linha do meio durante um singletrack. As laterais, porém, costumam ser mais aderentes e rápidas, principalmente se houver lama na trilha.

Cautela nas curvas
Nas curvas, é preciso ser prudente ao usar o freio. Frear muito em cima da conversão quase sempre resulta em acidente. O ideal é preparar a entrada freando, tangenciando a bike e usando o corpo para fazer uma tomada perfeita. Para conseguir isso, deixe o pedal que está do lado de fora da curva para baixo e apoie seu peso nele. Manter o peso no selim acaba elevando o centro de gravidade do conjunto bicicleta/ciclista.

Olhe para longe
Esta é uma regra muito importante. Quanto mais distante você visualizar os obstáculos, mais tempo terá para planejar sua rota. A distância mínima para manter o foco da visão é de 4 metros.

Prepare sua bike
Para ganhar mais fluidez e segurança nos singletracks, muitas vezes vale a pena fazer pequenas alterações na bicicleta. A dica é reduzir a pressão dos pneus para 25 ou 27 libras, baixar um pouco o selim e regular a suspensão para um retorno mediano, diminuindo a velocidade com que ela volta à posição original depois de atingir um obstáculo. Assim, você evita ser jogado para cima após passar por um buraco e também que o equipamento atinja o fim de curso em uma sequência grande de ondulações. Outra recomendação é utilizar pneus de 2.1’’, que são mais largos e oferecem maior tração.

Escrita por Gustavo Figueiredo