Contador mantém camisa amarela

Atualizado em 28 de abril de 2016
Mais em Tour de France

Por Daniel Balsa

O espanhol Alberto Contador (Discovery) manteve a camisa amarela após a 19ª etapa do Tour de France, um contra-relógio disputado neste sábado, entre as cidades de Cognac e Angoulême (55,5 km).

O ciclista iniciou a prova com vantagem de 1min50s para o australiano Cadel Evans (Predictor) e 2min49s para o norte-americano Levi Leipheimer, seu companheiro na Discovery. A diferença parecia confortável, mas a disputa se manteve em aberta até Contador cruzar a linha de chegada, dando fim à prova.

Dos três, Leipheimer foi o primeiro a entrar na pista. Com um ritmo alucinante, deixou mais pressionado Evans, que além de buscar Contador na classificação, tinha de ficar preocupado com o norte-americano, que ameaçava sua vice-liderança.

Leipheimer fez um fantástico contra-relógio, registrando o melhor tempo em todas as parciais, sempre pulverizando a melhor marca até então. Pelo ritmo imposto, a desvantagem que ele tinha para Evans e Contador ia caindo muito bruscamente.

Ao passar pela última parcial, o norte-americano tinha 8s de desvantagem para o australiano na classificação geral e a expectativa por qual seria a diferença final aumentou após Leipheimer cruzar a linha de chegada após 1h02min45s.

Evans sempre registrou a segunda melhor marca nas parciais, mas, alertado por sua equipe pela queda brusca da vantagem que tinha para o norte-americano e também com a possibilidade de alcançar Contador na classificação, precisou arriscar muito nos últimos quilômetros.

Correndo sérios riscos, o ciclista da Predictor repetiu o mesmo tempo de Leipheimer no último trecho da prova e conseguiu terminar à frente do adversário na classificação geral, com 8s de vantagem para ele.

Após cruzar a linha de chegada, Evans ficou atentou ao desempenho de Contador – último ciclista na pista. O espanhol tinha feito a terceira melhor parcial no primeiro trecho, mas caiu para quinto nas parciais seguintes.

As projeções indicavam que o final seria bem apertado, como realmente foi. Contador terminou a prova com o tempo de 1h05min03s e conseguiu manter a camisa amarela por apenas 23s, fato comemorado pelo ciclista após terminar a etapa. Leipheimer, que ficou com a vitória, está 31s atrás.

Murilo Fischer (Liquigas), único brasileiro na prova, terminou o contra-relógio na 129ª colocação, 9min53s atrás do vencedor. O sprinter se poupou para a etapa de amanhã, onde a chegada deverá ser massiva.

A última etapa do Tour de France será disputa entre Marcoussis e Paris, com 146 km. O geralmente é uma festa, promete uma grande disputa entre os três postulantes ao título. Contador tem uma grande vantagem para administrar em uma prova, na qual os sprinters brigam para chegar à frente na Champs-Élysses, mas existem 32 segundos de bonificação apenas em metas volantes.

Classificação da 19ª etapa – Cognac – Angoulême, com 55 km:

1- Levi Leipheimer (EUA/Discovery), 1h02min44
2- Cadel Evans (AUS/Predictor), a 51s
3- Vladimir Karpets (RUS/Caisse d'Epargne), a 1min56s
4- Yaroslav Popovych (UCR/Discovery),a 2min01s
5- Alberto Contador (ESP/Discovery), 2min18s
6- José Ivan Gutierrez (ESP/Caisse d'Epargne), a 2min27s
7- George Hincapie (ESP/Discovery), a 2min33s
8- Oscar Pereiro (ESP/Caisse d'Epargne), a 2min36s
9- Leif Hoste (BEL/Predictor), a 2min48s
10- Mikel Astarloza (ESP/Euskaltel), a 2min50s
129- Murilo Fischer (BRA/Liquigas), a 9min53s

CLASSIFICAÇÃO GERAL – após 19 etapas:

1- Alberto Contador (ESP/Discovery) 87h09min18s
2- Cadel Evans (AUS/Predictor), a 23s
3- Levi Leipheimer (EUA/Discovery), a 31s
4- Carlos Sastre (ESP/CSC), a 7min08s
5- Haimar Zubeldia (ESP/Euskaltel), a 8min17s
6- Alejandro Valverde (ESP/Caisse d'Epargne), a 11min37s
7- Kim Kirchen (LUX/T-Mobile), a 12min18s
8- Yaroslav Popovych (UCR/Discovery), a 12min30s
9- Miker Astarloza (ESP/Euskaltel), a 14min14s
10- Oscar Pereiro (ESP/Caisse d’Espargne), a 14min25s
100- Murilo Fischer (BRA/Liquigas), a 3h15min01s