Recorde mais difícil do ciclismo é quebrado

Atualizado em 20 de setembro de 2016
Mais em Notícias

Já se imaginou pedalando uma média de 330 km por dia durante o período de um ano? Sim, parece insano, mas esse foi o feito que possibilitou ao engenheiro de software americano Kurt Searvogel, de 53 anos, quebrar o recorde mais difícil do ciclismo.

A marca já durava 77 anos, estabelecida em 1939 pelo britânico Tommy Godwin, que conseguiu pedalar um total 120.805 km no período de um ano.

Kurt, que é natural da cidade de Sheridan, localizada no estado do Arkansas (EUA), e conhecido como “Tarzan” no meio do ciclismo, superou o recorde ao completar no último dia 4 de janeiro o total de 121.135 km, após ter iniciado a aventura no dia 10 de janeiro de 2015. Nesse período, ele pedalou cerca de 12h por dia, perfazendo uma média diária de 330 km. A meta foi batida cinco dias antes de Kurt completar um ano pedalando. Se o americano tivesse optado por continuar a empreitada seguindo no mesmo ritmo até o dia 9 de janeiro, alcançaria um total de 122.817 km.

Confira o perfil de Kurt Searvogel no  Strava: