Holanda busca ciclistas para teste com EPO

Atualizado em 24 de fevereiro de 2017
Mais em Notícias

O Centro de Pesquisas de Drogas em Humanos da Holanda busca 48 ciclistas, de 18 a 45 anos, para um estudo muito curioso: eles querem checar os efeitos do doping por Eritropoietina (EPO) na prática esportiva. O motivo, segundo os pesquisadores, é que não há, na literatura médica, estudos definitivos sobre o efeito da droga no organismo. O uso de EPO é proibido pela União Ciclística Internacional (UCI) em suas competições, sendo considerado uma contravenção grave, passível de suspensões e até banimento do esporte.

Quem quiser se candidatar ao teste com EPOprecisa estar em forma e bem treinado. O CHDR promete um programa intenso 12 semanas de treinos, com três horas diárias de pedaladas. Ao fim do período, os 48 ciclistas serão avaliados em um percurso de 150 km com chegada no topo do Monte Ventoux, lendária montanha no norte da França, várias vezes desafiada pelos competidores no Tour de France. O local, com a subida final de 15 km, foi cuidadosamente escolhida pelos holandeses. Em 2013 e 2015, o britânico Chris Froome (Sky) venceu as etapas do Tour de France no local e foi acusado de ter usado EPO, porém as duas acusações não foram comprovadas.

leiamais-cinza-novo
icon texto_menor DOPING NO CICLISMO: BRASILEIRO É SUSPENSO
icon texto_menor  DOPING MECÂNICO ABALA MUNDO DO CICLISMO

O Centro de Pesquisas holandês também divulgou que aplicará o doping em oito dos 15 treinos previstos e que pagará 860 Euros para quem for selecionado para o teste com EPO. As informações e inscrições podem ser feitas no site .