GoPro quer levar suas câmeras para o pelotão

Atualizado em 05 de agosto de 2016
Mais em Notícias

A GoPro está negociando com algumas equipes a instalação de câmeras de ação nas bicicletas durante provas da próxima temporada. A informação foi divulgada pelo “Bloomberg News” e confirmada por Isabel Pakowski, assessora da empresa. No entanto, não foram revelados os nomes das equipes.

O interesse da GoPro está diretamente ligado ao sucesso dos vídeos das ‘bike-cams’ da Shimano na última temporada. Desde que a UCI autorizou a utilização dos equipamentos nas bicicletas durante as provas, a Shimano, como forma de divulgar a CM-1000, action cam rival da GoPro Hero, instalou a câmera em bicicletas e capacetes de atletas e mecânicos passando a oferecer uma nova visão do pelotão.

leiamais-cinza-novo
iconezinho  NOVA LINHA DA GOPRO CAPTA IMAGENS EM ULTRA HD
iconezinho  DENTRO DO PELOTÃO DO MUNDIAL DE CICLISMO

A primeira competição com imagens das ‘bike-cams’ foi o Tour da Califórnia, quando a equipe Giant-Shimano foi a pioneira. Já no Tour de France, a Shimano aproveitous sua parceria com os demais ProTeams e instalou câmeras nas bicicletas de sete times. Outra concorrente do mercado, a Garmin também possui sua câmera, a Virb, e é uma das patrocinadoras da Cannondale-Garmin.

O presidente Brian Cookson é um entusiasta das ‘bike-cams’ e garante apoio na busca e implementação de novas tecnologias para transmissões de TV. Além das câmeras dentro do pelotão, dados de telemetria ao vivo também são opções para se aumentar a audiência.

Outro interesse na instação e uso de ‘bike-cams’ é financeiro. No modelo atual de contrato, o dinheiro pago pelas emissoras para transmitir uma prova é da organizadora (ASO e RCS, por exemplo) e não é repartido entre as equipes. Aliando-se com uma fabricante de action-cam, as equipes poderão ter uma nova e valiosa fonte de negócios.