Dario Frigo condenado a um ano de cadeia

Atualizado em 02 de maio de 2016
Mais em Notícias

O fiscal do tribunal de apelação de Chambery condenou o ciclista italiano Dario Frigo a um ano de prisão por seu envolvimento em um caso de doping no Tour de France 2005. O corredor, que à época participava da equipe Fassa Bortolo, foi detido na cidade de Courchevel, durante a 11ª etapa da grande volta francesa. A sentença aumenta a pena inicialmente dada ao ciclista, de seis meses de prisão e uma multa de 8.757 euros.

Susanna Frigo, sua esposa, foi detida na alfândega francesa, quando a polícia encontrou, em seu automóvel, substâncias utilizadas em doping, em pleno Tour. No entanto, sua pena – a mesma dada a Dario – não aumentou.

Durante o incidente, Dario declarou, em defesa própria, ser vítima de um sistema, e denunciou um esquema de doping na equipe Fassa Bortolo.

Naquele Tour de France, A Fassa Bortolo era liderada pelo suíço Fabian Cancellara e contava também com o luxemburguês Kim Kirchen, o espanhol Juan Antonio Flecha, o ucaniano Volodymir Gustov e os italianos Mauro Facci, Lorenzo Bernucci, Massimo Giunti, Claudio Corioni.