Cinema sustentável sobre rodas

Atualizado em 24 de fevereiro de 2017
Mais em Notícias

Há sete meses a francesa Maylis Mercat, de 21 anos, e a argentina Lucia Palenzuela, de 25 anos, caíram na estrada de bicicleta, na França, com um objetivo: exibir filmes de forma sustentável pelo mundo. E foi na pedalada da bike que elas encontraram a solução para projetar curtas-metragens. Apaixonadas por engenharia e cinema, a dupla já filmou e exibiu em um percurso de mais de 10 mil quilômetros, ao passar pela Europa, África e América do Sul. E assim o Cin’énergie, como o projeto foi batizado, tem ganhado o mundo.

O cinema itinerante funciona graças à energia gerada pela pedalada de uma bicicleta parada, como se fosse uma ergométrica. A roda traseira fica erguida por meio de um triângulo e ao ser girada produz energia para duas baterias de 12V e 24V. Essas são interligadas a um projetor que recebe energia gerada pela bicicleta e exibe o filme.

A dupla de ciclistas já chegou ao Brasil. Desembarcarem em Fortaleza (CE), em dezembro do ano passado. Aqui, as duas levam o cinema para as escolas, famílias e praças de pequenas e grandes cidades do Sudeste e Sul do país. Também já passaram pelo interior de São Paulo (Ribeirão Preto, Bebedouro e Tupã), e, agora, seguem para o Paraná.

leiamais-cinza-novo
iconezinho EUA: HOUSTON GANHA MUSEU DA BICICLETA

No próximo mês, as ciclistas esperam dar um tempo na estrada e finalizar o projeto em seu destino final, a cidade de Tucumán, na Argentina. Além disso, pretendem exibir um curta-metragem com filmagens feitas durante a viagem.

A dupla ainda escreve no blog Cin’énergie, que atualizam diariamente com fotos dos lugares que passam e das famílias que as recebem em suas casas, além de mostrar a técnica que permitiu projetar os filmes por meio da bike.

(Fonte: Blog Cin’énergie)