Grupo lança 1ª bike premium do Brasil

Atualizado em 24 de fevereiro de 2017
Mais em Notícias

O lançamento de uma nova marca no mercado brasileiro de bicicletas roubou a cena e dividiu holofotes com atletas de renome nacional e internacional durante a Copa Internacional de MTB (CIMTB), realizada entre os dias 6 e 8 de março em Araxá (MG).

Trata-se da Audax, idealizada pelo Grupo Claudino, um dos maiores conglomerados empresarias do país com forte atuação nos segmentos de vestuário, móveis, alimentação, gráfico, construção e tecnologia da informação, entre outros, sendo também proprietário da Houston, marca nacional de bicicletas fundada no ano 2000, em Teresina (PI), onde também fica a sede do grupo.

leiamais-cinza-novo
iconezinhoCHRIS FROOME FORA DO TIRRENO-ADRIÁTICO

Mais que uma nova marca, no entanto, a Audax representa um audacioso projeto que compreendeu a instalação de uma fábrica de bicicletas de 11 mil m² na Zona Franca de Manaus com capacidade para produzir até 300.000 modelos por ano. Para construção da planta foram necessários cinco anos e um investimento de R$ 70 milhões, um dos maiores – senão o maior – já feitos no segmento nacional de bikes em um prazo relativamente curto. A nova marca contará ainda com um aporte de R$ 10 milhões destinados a ações de marketing para os próximos dois anos, que incluem o patrocínio de uma equipe própria de MTB, o Audax Bike Team (conheça os atletas) , também lançado durante a CIMTB, com objetivo de disputar as principais provas nacionais e internacionais na temporada 2015.

Segundo João Claudino Junior, CEO da Audax e vice-presidente do Grupo Claudino, trata-se de uma das mais modernas fábricas de bicicletas do mundo, que contará com tecnologia de ponta para produção de modelos premium, de médio e alto valor agregado. “Nós temos acesso aos maiores desenvolvedores de tecnologia e componentes para bicicletas do mundo, na Ásia e na Europa, e trouxemos essa tecnologia de ponta para produzir no Brasil. Toda bicicleta fabricada na Zona Franca de Manaus sai sem IPI e concede créditos de outros impostos como ICMS, PIS e Cofins. Assim você consegue produzir uma bicicleta premium e ofertá-la de forma competitiva para todo o território nacional”, observa Claudino.

Inicialmente serão fabricados 25 modelos entre bikes para MTB, ciclismo de estrada e mobilidade, com quadros feitos de alumínio – produzidos na própria planta de Manaus – e fibra de carbono – trazidos de fora do país. A marca também contará com uma linha de acessórios e cockpits (canote, selim, guidão e avanço) de alta performance. As bicicletas da Audax começarão a chegar às lojas especializadas a partir de maio, com preços que variam entre R$ 1.300 e R$ 45 mil.

icone-foto

[nggallery id=35]