Sauser vence, faz história e diz adeus

Atualizado em 05 de agosto de 2016
Mais em Mountain Bike

Uma vitória de ponta a ponta, etapa a etapa. Assim, a dupla da equipe Investec-Songo-Specialized, formada pelo suíço Christoph Sauser e pelo checo Jaroslav Kulhavy conquistou neste domingo, na África do Sul, a Cape Epic, considerada a mais desafiadora prova do Mountain Bike. O título veio com vantagem de 10min41s sobre os vice-campeões Alban Lakata (AUS) e Kristian Hynek (TCH), da Topeak Ergon.

Sauser vê, portanto, sua carreira atingir ao mesmo tempo o ápice e o fim da linha. O título foi o quinto na tradicional prova sul-africana do suíço, que – terminada a competição – encerra, aos 31 anos, uma gloriosa carreira.

Ao final, alívio marcava a expressão da dupla vencedora, em contraste com a decepção dos segundo lugares, que vinham de vitória em 2014. “Não conseguir defender o título é uma decepção muito grande”, disse Hynek, ao site oficial da competição.

Último dia
A etapa derradeira, batizada Grand Finale, foi vencida pela equipe Meerendal Centurion Vaude, do alemão Jochen Kaess e do suíço Daniel Geismayr.

Ao contrário do que acontece em muitas provas de ciclismo de estrada, na Cape Epic, o percurso do último dia é por muitos considerado o mais difícil. O trajeto que vai de Wellington Campus a Meerendal Wine Estate tem 92 km de extensão e uma escalada de 1500 m.

Após quatro vitórias em seis etapas mais o prólogo, os líderes da competição pedalaram de maneira conservadora e concluíram o oitavo dia na quinta colocação. Resultado modesto, mas suficiente para garantir a primeiro posto geral e o título, o segundo da dupla, campeã também em 2013. Os outros três troféus de Sauser vieram com parceiros diferentes (Burry Staner, 2011 e 2012, e Silvio Brundi, em 2006).

Recordes
O troféu reafirma Sauser como maior nome da Cape Epic na história. Os alemães Stefan Sahm e Karl Platt venceram três vezes o evento, que é disputado desde o ano de 2004.

Soberanas
Se entre os homens o domínio foi grande, o desempenho das campeãs no feminino foi ainda mais impressionante.

Ariane Kleinhans (SUI) e Annika Langvad (DIN), da RECM Specialized, venceram sete das oito etapas, sendo que a única “derrota”, por assim dizer, aconteceu no terceiro dia, quando as duas cruzaram a linha de chegada em primeiro, mas foram penalizadas em 1h13min39seg, por errarem o caminho, caindo para a 11a colocação, a 48 minutos das vencedoras da etapa.

Confira a classificação final da Cape Epic:

Masculino

Ciclista – País – Ciclista

Resultado

1

Christoph Sauser (Sui) / Jaroslav Kulhavy (Cze) Investec-Songo-Specialized

31:00:57

2

Kristian Hynek (Cze) / Alban Lakata (Aus) Topeak Ergon

0:10:41

3

Karl Platt (Ger) / Urs Huber (Sui) Bulls

0:34:25

4

Jose Hermida (Spa) / Rudi van Houts (Ned) Multivan Merida

0:46:49

5

Philip Buys (Rsa) 7-2 Matthys Beukes (Rsa) Scott Factory Racing

1:06:28

6

Gawie Combrinck (Rsa) / Johann Rabie (Rsa) EAI South Africa

1:13:52

7

Darren Lill (Rsa) 36-2 Waylon Woolcock (Rsa) RED-E Blend

1:14:18

8

Jochen Kaess (Ger) / Daniel Geismayr (Aus) Meerendal Centurion Vaude

1:15:28

9

Martin Gujan (Sui) / Fabian Giger (Sui) Novus OMX Pro

1:17:25

10

Rourke Croeser (Rsa) / Travis Walker (Rsa) USN #1

1:22:39

 

Feminino

#

Ciclista – País – Ciclista

Resultado

1

Ariane Kleinhans (Sui) / Annika Langvad (Den) RECM Specialized

37:07:25

2

Jennie Stenerhag (Swe) 55-2 Robyn Lee de Groot (Rsa) Ascendis Health

1:18:12

3

Yolande de Villiers (Rsa) 56-2 Janka Keseg Stevkova (Slo) SasolRacing

2:09:44

4

Theresa Ralph (Rsa) 137-2 Jeannie Bomford (Rsa) RBS

2:33:33

5

Esther Suss (Sui) / Alice Pirard (Bel) Meerendal Wheeler

2:47:00

6

Mariske Strauss (Rsa) / Cherie Vale (Rsa) Novus OMX

4:34:19

7

Leana de Jager (Rsa) / Yolandi du Toit (Rsa) SasolRacing

5:42:45

8

Ann Harrison (Rsa) / Marleen Lourens (Rsa) Dawn Wing/Momsen

8:05:06

9

Sanne van Paassen (Rsa) / Jolien Janssen (Ned) Lovechock Specialized

8:24:56

10

Genevieve Weber (Rsa) / Wanda Tattersall (Nam) Central Family Practice

11:05:09