Avancini: os frutos colhidos pós-Pan

Atualizado em 24 de fevereiro de 2017
Mais em Mountain Bike

Em um comunicado publicado em sua fanpage, Henrique Avancini compartilhou com os fãs do ciclismo duas boas notícias.

A primeira, se refere à nova atualização do ranking mundial de Cross Country, da União de Ciclismo Internacional (UCI), na qual ele ocupa a 14ª posição, sua melhor colocação até hoje. “A temporada só está começando e números são só números, mas agradeço o apoio de todos e se tudo der certo ainda vamos ver meu nome mais pra cima”, escreve o atleta.

A segunda boa nova: o Brasil agora ocupa a 10ª posição no ranking de nações olímpico. Os atletas que pontuam hoje são: Avancini (938p), Rubinho (406p) e Pscheidt (258p).

Avancini declarou, antes de obter a pontuação olímpica, que daria o seu máximo para representar o Brasil nos Jogos Olímpicos e que, ainda, daria uma contribuição de peso para colocar um segundo atleta brasileiro nas competições.

Faltando pouco mais de um ano para os Jogos Olímpicos, que acontecerão aqui no Brasil, o atleta acredita que ainda é possível subir à 13º posição e ter outros dois atletas brasileiros no Rio 2016.

Após a impressionante vitória no Pan-americano de MTB, na Colômbia, onde garantiu o ouro, Avancini encerrou seu comunicado com entusiasmo e a frase: “Partiu treino, que as pernas não ficam rápidas sozinhas!”.