SP: cresce número de multas por desrespeito aos ciclistas

Atualizado em 05 de agosto de 2016
Mais em Mobilidade

Números divulgados pela CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) mostram um grande aumento de multas aplicadas aos motoristas por desrespeito aos ciclistas em São Paulo. Na comparação entre janeiro e setembro deste ano com o mesmo período do ano passado, o crescimento é 109%.

Em 2013, foram 8.617 multas por desrespeito aos ciclistas. Já neste ano foram 18.165. Essas infrações podem ser enquadradas em três artigos do Código de Trânsito Brasileiro: dirigir sem atenção ou sem cuidados à segurança (infração leve), deixar de deslocar, com antecedência, o veículo para faixa mais à direita, dentro da respectiva mão de direção, quando for manobrar (infração média) ou deixar de reduzir a velocidade do veículo de forma compatível com a segurança do trânsito ao ultrapassar ciclista (infração grave).

leiamais-cinza-novo
iconezinho  TERMINAIS DE ÔNIBUS DE SP GANHAM BICICLETAS PARA EMPRÉSTIMO

Para evitar as infrações, não force ultrapassagens sobre os ciclista, mantenha uma distância segura (1,5m no mínimo) e dê preferência aos ciclistas e pedestres na hora de uma conversão ou curva.

Também houve aumento de 60% nas multas aplicadas por circulação irregular de veículos sobre ciclofaixas e ciclovias. A infração é considerada gravíssima (7 pontos na carteira) e possui multa de R$ 574,62. Em 2013, nos nove primeiros meses do ano, foram 180 infrações contra 288 deste ano. Em 2014, a Prefeitura de São Paulo deu início ao plano de meta que visa instalar, até 2015, 400 km de novas vias cicláveis na cidade. Em menos de seis meses já foram criados mais de 100 km.

Por fim, também houve aumento nas multas aplicadas aos motoristas que estacionam nas ciclovias e ciclofaixas. Entre janeiro e setembro de 2014 foram 375 infrações contra 313 no mesmo período do ano passado. Esse tipo de infração é considerada grave (5 pontos) e custa R$ 127,69.

Foto: Luiz Guadagnoli / Secom