CET usará bikes para fiscalizar trânsito em São Paulo

Atualizado em 05 de agosto de 2016
Mais em Mobilidade

A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), em São Paulo, abriu licitação para a compra de 300 bicicletas. Os equipamentos serão utilizados, a partir de 2015, por agentes da empresa nas áreas de educação, fiscalização e operação de trânsito. As informações são do jornal “O Estado de S. Paulo”.

A licitação foi publicada no Diário Oficial da Cidade e não há estimativa prévia do custo de cada bike. A medida faz parte de ações previstas pela gestão do prefeito Fernando Haddad para incentivar e fiscalizar o tráfego nas novas ciclovias da cidade. A Prefeitura de São Paulo tem como meta a implantação de 400 km de novas vias cicláveis até o final de 2015. Até o momento, 180,3 km já foram entregues.

leiamais-cinza-novo
iconezinho  CRESCE NÚMERO DE MULTAS POR DESRESPEITO AOS CICLISTAS EM SÃO PAULO

Em comunicado publicado pela CET, as novas bicicletas deverão ter bagageiro traseiro tubular em aço ou alumínio com capacidade para, no mínimo, 30 kg, e equipamentos de segurança como espelho retrovisor, campainha e refletores dianteiro e traseiro na campainha, para-lamas, rodas e pedais.

Esta será a primeira vez que tantas bicicletas passarão a ser utilizadas por fiscais de trânsito em São Paulo. Anteriormente, a CET já havia adquirido unidades para agentes fiscalizarem o cumprimento das regras de trânsito na Zona Azul, no Parque do Ibirapuera. O número de bikes, porém, ainda está distante da quantidade de agentes da companhia – 1.856, segundo a CET.

Daniel Guth, diretor de participação da Ciclocidade, associação dos ciclistas urbanos de São Paulo, acredita que a medida ajuda a legitimar o uso da bicicleta no trânsito. “É um recado à sociedade de que a bicicleta tem de estar na rua com segurança e conforto. A partir do momento em que os agentes passam a circular com elas, começam a perceber a dimensão dos abusos e das leis infringidas pelos motoristas.”

Foto: Luiz Guadagnoli / Secom (04/08/2014)