Bikes compartilhadas crescem no Brasil

Atualizado em 20 de setembro de 2016
Mais em Mobilidade

Em várias cidades do mundo, a bicicleta vem desempenhando um papel importante na mobilidade urbana, sendo um meio de locomoção sustentável e prático, que pode inclusive ser utilizado como modal para facilitar o acesso ao transporte público. Foi para estimular esse cenário e inspirado em experiências internacionais que o sistema de bikes compartilhadas foi introduzido no Brasil, em 2011, primeiramente na cidade do Rio de Janeiro. Com o sucesso da experiência carioca, no entanto, a iniciativa rompeu fronteiras, e hoje, passados cinco anos, pode ser encontrada em outras 11 cidades brasileiras.

Segundo a Serttel/Samba, empresa responsável pela operação do sistema nas cidades brasileiras – viabilizado por meio de uma parceria entre o poder público local, a empresa patrocinadora e a operadora -, atualmente são aproximadamente 9 mil bikes espalhadas por 12 cidades no Brasil, com cerca de 3 milhões de usuários (confira abaixo a lista das cidades beneficiadas) e mais de 2 milhões de viagens realizadas, que permitiram uma redução de mais de 4 mil toneladas na emissão de CO2 (gás carbônico) para a atmosfera.

Como utilizar o sistema
Utilizar as bicicletas compartilhadas é simples. O primeiro passo é entrar no site do projeto da sua cidade e fazer o cadastro, para o qual é necessário registrar um cartão de crédito. Em seguida baixe um aplicativo gratuito para Iphone, Android ou Windows Phone. Digite o número da estação e da posição da bicicleta escolhida. Depois confirme a operação e retire a bicicleta quando a luz verde estiver acesa.

Cada cidade possui o seu próprio funcionamento, mas basicamente as estações abrem das 5h às 23h. Neste período é possível fazer quantas viagens quiser durante todo o dia, que podem ser ou não tarifadas, dependendo do uso. As viagens até 60 minutos não são tarifadas, desde que sejam realizadas pelo menos com intervalo de 15 minutos entre elas. Viagens com duração de mais de 1 hora serão tarifadas à parte, no valor de R$ 5,00 por cada 1 hora de utilização, valor que é debitado do cartão de crédito cadastrado. A devolução pode ser feita em qualquer estação desde que haja espaço disponível para travar a bicicleta. Em algumas cidades como São Paulo é possível ainda utilizar o bilhete de transporte público integrado local para destravar as bikes. Confira se sua cidade conta com o sistema:

Rio de Janeiro
Bike Rio (2011), 252 estações, 2520 bikes
Usuários: + 759 mil
Viagens: + 7,3 mi
Redução de CO2: + 2638 toneladas
Mais informações:  www.mobilicidade.com.br/bikerio.asp

São Paulo
Bike Sampa (2012), 259 estações, 2590 bikes
Usuários: + 587 mil
Viagens: + 1,5 mi
Redução de CO2: + 567 toneladas
Mais informações:  www.mobilicidade.com.br/bikesampa.asp

Porto Alegre
Bike Poa (2012), 40 estações, 400 bikes
Usuários: + 166 mil
Viagens: + 740 mil
Redução de CO2: + 268 toneladas
Mais informações:  www.mobilicidade.com.br/bikepoa.asp

Santos
Bike Santos (2012), 37 estações, 370 bikes
Usuários: + 89 mil
Viagens: +1,4 mi
Redução de CO2: + 446 toneladas
Mais informações:  www.mobilicidade.com.br/bikesantos.asp

Salvador
Bike Salvador (2013) 40 estações, 400 bikes
Usuários: + 141 mil
Redução de CO2: + 210 toneladas
Mais informações:  www.bikesalvador.com

Recife
Bike PE (2013), 80 estações, 800 bikes
Usuários: + 168 mil
Viagens: + 568 mil
Redução de CO2: + 204 toneladas
Mais informações:  www.bikepe.com

Petrolina
PetroBike (2013), 7 estações, 70 bikes
Usuários: 1240
Viagens: + 4 mil
Redução de CO2: + 1.47 toneladas
Mais informações:  www.petrobike.com

Belo Horizonte
Bike BH (2014), 40 estações, 400 bikes
Usuários: + 98 mil
Viagens: +167 mil
Redução de CO2: +60 toneladas
Mais informações:  www.movesamba.com.br/bikebh/home.asp

Brasília
Bike Brasília (2014), 29 estações, 290 bikes
Usuários: + 112 mil
Viagens: + 370 mil
Redução de CO2: + 133 toneladas
Mais informações:  www.mobilicidade.com.br/bikebrasilia

Fortaleza
Bicicletar (2014), 60 estações, 600 bikes
Usuários: + 111 mil
Viagens: + 627 mil
Redução de CO2: + 225 toneladas
Mais informações:  www.bicicletar.com.br

Aracaju
Caju Bike (2014), 20 estações, 200 bikes
Usuários: + 42 mil
Viagens: + 126 mil
Redução de CO2: + 45 toneladas
Mais informações:  www.cajubike.com

Belém
Inauguração prevista para março (2016), 11 estações, 110 bikes

(Fonte: Samba/Serttel)