Giro d'Italia: Contador terá forte apoio

Atualizado em 02 de maio de 2016
Mais em Giro d'Italia

A Tinkoff-Saxo selecionou uma equipe forte e experiente para auxiliar Alberto Contador na briga por um segundo título do Giro d’Italia. O espanhol – que tem seis títulos nas Grandes Voltas e venceu a prova italiana em 2008 – terá apoio de estrelas do ciclismo como Ivan Basso (ITA), Michael Rogers (AUS) e Roman Kreuziger (TCH) e outros seis ciclistas: Matteo Tosatto (ITA), Sergio Paulinho (POR), Manuele Boaro (ITA), Christopher Juul-Jensen (DIN) e Ivan Rovny (RUS).

Contador está entre os favoritos para vencer o Giro d’Italia e a equipe do russo Oleg Tinkov foi planejada para se destacar nas etapas de contrarrelógio e de montanhas, que costumam ser decisivas na classificação geral.

leia mais
TV FRANCESA MOSTRA COMO FRAUDAR EXAME ANTIDOPING

“O principal objetivo é fazer o máximo possível por Contador”, disse o Steven de Jongh, diretor da Tinkoff-Saxo, em entrevista coletiva durante o anúncio da equipe.

“Para etapas planas, temos em Boaro, Tosatto e Chris Juul grandes motores. Rogers, Basso e Kreuziger representam um trio de apoio muito forte nas montanhas. Estou convencido que temos uma equipe excelente ao redor de Contador”, disse de Jongh. “Todos sabemos como é longo o Giro d’Italia e como tudo pode acontecer. Creio, porém, que, se Contador permanecer saudável e seguro, ele pode fazer um ótimo papel”.

Quinto lugar na Liege-Bastogne-Liege, Kreuziger coloca o Giro d’Italia e o sucesso do líder Contador como prioridades na agenda. “Eu passei os últimos dias me recuperando das Clássicas de Ardennes, com um treinamento leve. Estou em boa forma e focado no Giro. Vou fazer o melhor para ajudar nosso líder em sua busca título.”, pontua o tcheco.

O discurso de Basso também não difere muito. Apesar de ser ele também um estrela, ídolo dos italianos e ex-campeão do Giro d’Italia (em 2006), o ciclista garante que está preparado para vestir a roupa de coadjuvante desta vez.

“Minha preparação, determinação e vontade neste ano são as mesmas de quando eu competia como capitão. A diferença é que desta vez toda a minha energia vai ser direcionada para ajudar o time e nosso capitão, Contador”, disse Basso.

O Giro d’Italia começa no próximo sábado (9 de maio), com um contrarrelógio de 17.6 km em San Remo. Além da excelente equipe que disputa a prova, a Tinkoff-Saxo também participará do Tour of California, competição onde a equipe será capitaneada pelo eslovaco Peter Sagan.