Bomba é desarmada durante o Giro

Atualizado em 28 de abril de 2016
Mais em Giro d'Italia

De acordo com o jornal "The Irish Independent", a polícia de Dublin localizou e desarmou um carro-bomba horas antes da chegada da 3ª etapa do Giro d'Italia, que ocorreu no último domingo (11) na capital irlandesa.

O carro continha uma bomba de 50 libras (22 kg) e estava estacionado perto do hotel Finnstown Country House, na região oeste de Dublin. A bomba estava armada e continha um contador regressivo.

A Gardai, a polícia da Irlanda, foi avisada da bomba ainda no sábado de noite. Uma operação foi iniciada afim de encontrar o objeto. Para o desarmamento, unidades antibombas do exército foram acionadas.

Um homem ligado ao IRA (Exército Republicano Irlandês) foi preso. O IRA é um grupo paramilitar católico que pretende separar a Irlanda do Norte do Reino Unido e reintegrá-la à República da Irlanda. Ainda segundo o jornal, dissidentes republicanos são suspeitos de transportar a bomba de Belfast (capital da Irlanda do Norte) para Dublin. 

Não se sabe se o alvo da bomba seriam os espectadores do Giro d'Italia. Na 3ª etapa da competição, os ciclistas saíram de Armagh (Irlanda do Norte) e rumaram para Dublin (República da Irlanda). Centenas de milhares de pessoas acompanharam a passagem do pelotão nas ruas das cidades.

Após três dias percorrendo as duas Irlandas, o Giro d'Italia prossegue nesta terça-feira (13) com a 4ª etapa já em território italiano.