UCI questiona cartaz sexista de prova belga

Atualizado em 05 de agosto de 2016
Mais em Ciclismo

Na semana passada, a organização da E3 Harelbeke, prova belga, causou polêmica nas redes sociais e ação da União Ciclística Internacional (UCI). O motivo foi a divulgação de cartaz promocional da competição com a imagem de um bumbum de uma mulher com a saia levantada e a mão com luvas de ciclista. Nele, a frase: “Quem vai apertá-­los em Harelbeke?”, numa alusão ao episódio do ciclista eslovaco Peter Sagan, apertando a bunda de uma mulher na premiação do Tour de Flandres, em 2013. Como consequência, na mesma semana, o poster – considerado sexista por muitos – foi retirado da campanha de divulgação (site e Facebook) da competição, que acontece no próximo dia 27.

Em comunicado publicado em seu site, a UCI condenou a divulgação do cartaz: “A União Ciclística Internacional (UCI) foi extremamente descontente com o cartaz de divulgação da prova E3 2015 Harelbeke. Lembramos o organizador da sua responsabilidade e regulamentos da UCI e eles precisam concordar em tirar o cartaz de todas as plataformas de comunicação”.

leiamais-cinza-novo
iconezinho TIRRENO ADRIÁTICO TERÁ QUARTETO FANTÁSTICO

Diante da polêmica, a organização da E3 Harelbeke divulgou uma nota em seu Facebook, esclarecendo sua real intenção com o cartaz e pedindo desculpas. “A organização lançou esta campanha como um aceno brincalhão ao incidente quase há dois anos, em que um piloto estava pronto para apertar as nádegas de uma mulher. A organização pede desculpas publicamente a qualquer um que pode achar que é discriminatório ou sexista. Obviamente, a E3 Harelbeke condena qualquer forma de discriminação, assédio sexual e do sexismo”.

Fontes: site da UCI e da E3 Harelbeke