Mundial de Pista: França garante 2º ouro

Atualizado em 05 de agosto de 2016
Mais em Ciclismo

O segundo dia de competição do Mundial de Ciclismo de Pista, que acontece na França, foi marcado com ouro para os anfitriões, na prova masculina de keirin, e mais recordes mundiais quebrados, pela equipe feminina da Austrália, na prova de perseguição por equipe, e por Anastasia Voynova, da Rússia, na prova feminina do time trial (500m).


leiamais-cinza-novo
iconezinho MUNDIAL DE PISTA: BRASIL EM 15ª, CHINA EM 1°

O momento de maior comemoração das arquibancadas veio com a vitória do ídolo francês François Pervis na prova masculina de keirin. Pervis garantiu o ouro com um forte sprint no fim, deixando Edward Dawkins, da Nova Zelândia, com a prata e Azizulhasni Awang, da Malásia, com o bronze.

Na prova feminina de perseguição por equipe, em uma final muito disputada com a Grã-Bretanha, o quarteto australiano deu espetáculo na pista e conquistou o ouro com direito a recorde mundial (4m13s683). As britânicas, que vinham de três títulos seguidos na categoria, ficaram com a prata (4m16s702). O Canadá ficou com o bronze (4m17s864).

Na prova masculina de perseguição por equipe, o quarteto da Grã-Bretanha, detentor do recorde mundial, também ficou com a prata ao ser derrotado pela Nova Zelândia: 3m54s088 contra 3m54s687. A Austrália ficou na terceira posição.

O português Rui Oliveira terminou na 16.ª posição a prova de scratch. O jovem, de 18 anos, foi o sétimo a cruzar a linha, resultado que até surgiu na informação inicial, mas que foi posteriormente corrigido. Lucas Liss, da Alemanha, acabou por ser o grande vencedor, deixando para trás Albert Torres Barceló, da Espanha, e Bobby Lea, dos Estados Unidos.

Anastasia Voynova levou a prova feminina do time trial (500m). Última a competir, Voynova cravou 33s149, o suficiente para bater os tempos da recordista absoluta de medalhas em mundiais, Anna Meares, da Austrália, que ficou com a prata (33s425), e da então campeã Miriam Welte, da Alemanha, que ficou com o bronze (33s699).

O Mundial de ciclismo de pista continua nesta sexta-feira, com brasileiro Gideoni Monteiro, que disputa as três primeiras provas do Omnium.