Ano novo, visual nem tão novo

Atualizado em 05 de agosto de 2016
Mais em Ciclismo

Faltando pouco menos de um mês para o início do calendário Pro Tour 2015 (a partir do dia 17 de janeiro com o Tour Down Under na Austrália), as equipes apresentam seus uniformes e elencos para o próximo ano. E ainda que menos badalados que as camisas de futebol, os ‘kits’ de ciclismo guardam suas surpresas ano após ano (com suas exceções).

Uma das equipes que mais promete para 2015, a Tinkoff-Saxo foi a que mais se movimentou nesta pré-temporada. Após a escalada no Monte Kilimanjaro, o conjunto de Contador e Sagan disponibilizou diversas fotos e vídeos dos treinos nas Ilhas Canárias (Espanha). Uma das novidades era o uniforme, um verde camuflado que será exclusivo para treinamentos. Já a roupa de prova segue o tradicional amarelo e azul, com uma maior predominância da primeira cor. Outra detalhe é a bandeira da Rússia em uma das mangas. A exceção, é claro, ficou para o uniforme de Peter Sagan, campeão nacional da Eslováquia e que pedalará com as cores de seu país.

leiamais-cinza-novo
iconezinho  VEJA ONDE OS CICLISTAS INICIAM A PRÓXIMA TEMPORADA

Também da Rússia, a Katusha manteve o vermelho e branco, mas com detalhes no mínimo ‘diferentes’ no centro da camisa e mangas (faixas curvas que formam a bandeira do país). A exceção é Alexander Porsev, campeão russo e que estampará a bandeira do país no peito.

Equipe Pro Continental, mas que eventualmente poderá disputar uma das três grandes voltas em 2015, a MTN-Qhubeka é uma das que mais mudou seu visual. A equipe preto e amarela vestirá uma camisa com listras verticais em preto e branco, muito semelhante a camisas de futebol. Para aumentar ainda mais a semelhança, um patrocínio nas costas se assemelha a um número.

Outra que estará bastante diferente é a FDJ, do brasileiro Murilo Fischer. Se em 2014 a equipe francesa correu quase que inteiramente azul, em 2015 volta o branco, com direito a uma bandeira da França estilizada na camisa.

Nova equipe do Pro Tour, a Team LottoNl-Jumbo (ex-Belkin) será amarela e preta.

Mais do mesmo

Se algumas equipes mudaram bastante o visual, outras nem tanto. Casos das tradicionais Sky e Movistar que seguem com seus uniformes predominantemente escuros. Mas se a olho nú as camisas seguem iguais aos anos anteriores, certamente há alguma nova tecnologia que facilitará (ou não) a vida dos ciclistas.

Por parte da Sky, a maior novidade é uma camisa azul destinada aos ciclistas amadores.

Também ‘iguais’ estão a Etixx-Quickstep (antiga Omega-Quickstep), e a Lotto-Soudal (ex-Lotto-Belisol) que de diferente levam apenas o nome da equipe.

icone-foto

[nggallery id=30]