Pagliarini não vai mais defender a Scott

Atualizado em 22 de outubro de 2008
Mais em

Por Cesar Candido dos Santos

O ciclista Luciano Pagliarini, um dos representantes do Brasil nos Jogos Olímpicos de Pequim, não vai mais defender a Scott-American Beff. O atleta, que há três anos compete pelo time espanhol, ainda não revelou seu futuro para a próxima temporada, mas já negocia com uma nova equipe e deve comunicar em breve seu paradeiro.

“Foi muito bom fazer parte desse grupo. Nos últimos três anos, a equipe cresceu gradualmente, mas, após os problemas gerados pelos casos de doping do [Riccardo] Riccò e [Leonardo] Piepolli, o time foi alvo de muitas injustiças e todos fomos indiretamente prejudicados. Sinto a necessidade de mudar os ares para encontrar estímulos e continuar minha carreira, por isso tomei essa decisão”, declarou o velocista.

A equipe de Luciano Pagliarini perdeu o apoio da Saunier Duval, principal patrocinador, após o doping do italiano Riccardo Riccò no Tour de France. Depois disso, o time foi banido de algumas competições, entre elas a Vuelta a España, que prejudicou a temporada de todos os atletas. Na última semana, o diretor da Scott, Joxean Fernandez Matxin, revelou ter encontrado um novo parceiro, que garantirá o futuro da equipe.