O melhor pisante para você

Atualizado em 28 de julho de 2014
Mais em

O seu melhor amigo na corrida, com toda certeza, é o seu tênis. Mas para que a escolha do seu companheiro de passadas seja perfeita (visto que há uma infinidade de opções no mercado) é preciso tomar alguns cuidados antes de decidir sobre seus pisantes.

leia-mais-cinza
icon texto_menor  MINO: FERRAMENTO AJUDA A CONTROLAR VIDA ÚTIL DO TÊNIS 
icon texto_menor  TÊNIS: UM OU DOIS PARES? 
icon texto_menor  GUIA DO TÊNIS 

Os tênis de corrida têm duas funções básicas: proteger os pés e pernas do esforço das corridas e permitir que você desenvolva o máximo do seu potencial. Lembre-se que a corrida gera impacto, constantemente, nas articulações. A força desses choques chega até três vezes o peso do corpo. Por isso, se você está acima do peso ou não tem a musculatura trabalhada, o sistema de amortecimento deve ser muito eficiente, capaz de evitar lesões para tornozelos, joelhos, entre outras partes. Outro fator indispensável é a flexibilidade na parte frontal do solado. Isso melhora a aderência, aumenta a sensibilidade e garante o conforto.

Mais: para escolher certo, você precisa saber qual é o seu tipo de pisada. A pronada é quando a parte de fora do calcanhar toca o chão e o pé rotaciona para dentro. A pisada supinada é oposta a pronada. Ao se movimentar, o calcanhar toca o solo e o pé inicia uma rotação para fora. Já a neutra começa a passada com a parte externa do calcanhar, rotacionando ligeiramente para dentro e terminando com a parte da frente inteira alcançando o chão.

Com tudo isso em mente, você pode partir para a escolha. Veja o que considerar:

Amortecimento

Se você não tem um grau excessivo de pronação ou não precisa de tanto suporte nos pés durante a pisada, pode apostar na categoria amortecimento. Com a sola mais macia, os pisantes têm solado curvo ou semi-curvo para estimular o movimento dos pés.

Performance

Se você busca melhor desempenho na corrida o seu calçado deve ser leve. Os tênis de performance são adequados para treinos de velocidade ou treinamento diário. São construídos com solado curvo ou semi-curvo.

Competições

Caso você já saiba qual é a biomecânica da corrida, e não está sofrendo com lesões, pode investir nos tênis voltado para competições. Extremamente leves, eles ajudam no ganho de velocidade.

Estabilidade

Se você precisa de um calçado com mais suporte, estabilidade deve ser a sua escolha. Mais adequado para corredores leves e com pronação moderada, seu solado é semi-curvo e ele oferece combinação entre amortecimento, suporte e durabilidade.

Minimalista

Uma tendência do mercado esportivos, calçados desta categoria simulam o correr descalço. Os tênis protegem os atletas de eventuais riscos por correr sem pisantes. Com solado baixo, eles proporcionam mais contato com o piso e absorvem menos impacto durante a corrida.

Trilha

Se você adora correr em trilhas, terrenos acidentados e enlameados, esta deve ser a sua opção. Mais robustos e com grande tração na sola, os tênis geralmente são à prova d’água.

(Fonte: Fernanda Oaigen e fisioterapeuta da assessoria esportiva Just Run – Florianópolis)