McEwen dá a volta por cima na Romandia

Atualizado em 02 de maio de 2008
Mais em

Por Cesar Candido dos Santos

O australiano Robbie McEwen, da Silence-Lotto, venceu nesta quinta-feira (01) a segunda etapa do Tour da Romandia, disputado na Suiça, e conquistou seu primeiro triunfo na temporada 2008. O ciclista completou o trajeto de 170 km entre Moutier e Friburg em 4h16min16s. O italiano Daniele Benatti (Liquigás) foi o segundo e o dinamarquês Matti Breschel (CSC) ficou em terceiro lugar.

McEwen, que teve um início de ano complicado, comemorou muito o triunfo.

“É uma satisfação enorme vencer pela primeira vez depois de meses tão difíceis. Sofri um acidente em fevereiro e depois fiquei doente. Prometi para mim mesmo que estaria no meu melhor nível aqui na Romandia” disse.

Após a segunda etapa, o suíço Michel Albasini, da Liquigás, assumiu a liderança da competição com 9h05min46s. Ele é seguido de perto por Maxim Iglinsky, da Astana, que está apenas 1s atrás.

A “grande” fuga do dia foi protagonizada pelos ciclistas Rémy Di Gregório (Française des Jeux), José Luis Arrieta (AG2R La Mondiale) e Ian McKissick (BMC Racing Team). Eles chegaram a abrir nove minutos de vantagem para o restante do grupo, mas o pelotão conseguiu alcançá-los a apenas 8 km da linha de chegada.

José Garcia Acosta (Caisse d’Epargne), Markus Fothen (Gerolsteiner) e o veterano Alexandre Moos (BMC) ainda tentaram um segundo ataque, mas não tiveram sucesso e o pelotão chegou compacto ao final. No sprint, Robbie McEwen superou o especialista Daniele Benatti e mostrou que está bem para a disputa do Giro d´Italia, que começa no próximo dia 10 de maio.

Os brasileiros Murilo Fischer (Liquigás) e Luciano Pagliarini (Saunier Duval) não conseguiram ir bem em uma das poucas etapas destinadas aos velocistas no Tour da Romandia.

Fischer ficou exausto após trabalhar para sua equipe na busca das fugitivos do pelotão, e terminou com 1min30s de atraso. Já Pagliarini completou a percurso a quase 12min dos líderes.

Nesta sexta-feira, dia 2 de maio, os competidores disputam um contra-relógio individual de 18,8 km, com largada e chegada na cidade de Sion.

Classificação da 2ª etapa
1 – Robbie McEwen (AUS/Silence – Lotto) 4h16min16s
2 – Daniele Bennati (ITALiquigás) m.t.
3 – Matti Breschel (DIN/Team CSC) m.t.
4 – Markus Zberg (SUI/Gerolsteiner) m.t.
5 – Alexandre Botcharov (RUS/Crédit Agricole) m.t.
6 – Josep Jufre Pou (ESP/Saunier Duval) m.t.
7 – Heinrich Haussler (ALE/Gerolsteiner) m.t.
8 – Daniele Righi (ITA/Lampre) m.t.
9 – Björn Schröder (ALE/Team Milram) m.t.
10 – Ruben Perez Moreno (ESP/Euskaltel)m.t.
113 – Murilo Fischer (BRA/Liquigás) a 1min33s
138 – Luciano Pagliarini (BRA/Saunier Duval) a 11min43s

Classificação geral após 2 etapas
1 – Michael Albasini (SUI/Liquigás) 9h05min46s
2 – Maxim Iglinsky (CAZ/Astana) a 1s
3 – Markus Zberg (SUI/Gerolsteiner) a 8s
4 – Roman Kreuziger (TCH/Liquigás) a 8s
5 – Thomas Dekker (HOL/Rabobank) a 9s
6 – Oscar Pereiro Sio (ESP/Caisse d’Epargne) a 10s
7 – Jussi Veikkanen (FIN/Française des Jeux) a 10s
8 – Andreas Klöden (ALE/Astana) – a 10s
9 – Mikel Astarloza Chaurreau (ESP/Euskaltel) a 11s
10 – Steve Morabito (SUI/Astana) a 11s
117 – Murilo Fischer (BRA/Liquigás) a 14min51s
135 – Luciano Pagliarini (BRA/Saunier Duval) a 25min08s