Ducha de água fria

Atualizado em 16 de janeiro de 2009
Mais em

Por Cesar Candido dos Santos

A forte chuva que caiu sobre a cidade de Dubai, nesta sexta-feira (16), atrapalhou os planos de Haile Gebrselassie na maratona disputada na cidade do Oriente Médio. O etíope, que pretendia quebrar seu próprio recorde mundial na competição, completou os 42 km em 2h05min29s, tempo que lhe garantiu o bicampeonato, mas ficou longe de sua melhor marca: 2h03min59s.

A disputa começou exatamente como o africano planejava. Com a temperatura por volta dos 12° C, o atleta passou pela metade do percurso em 61min45s, marca que ele mesmo considerou ideal para alcançar seu objetivo. Até os 30 km, Gebrselassie conseguiu manter um bom ritmo, mas foi pego pela chuva e claramente percorreu desconfortável os últimos 12 km da prova.

Apesar de não ter conseguido superar o próprio recorde, Haile conquistou o primeiro lugar facilmente, com mais de 2min de vantagem para seu compatriota Edae Chimsa (2h07min54s), segundo colocado. A terceira posição ficou com outro etíope, Wendimu Tsige, que completou sua primeira maratona em 2h08min41s.

Sem frustração
Após a competição, Haile Gebrselassie mostrou-se muito contente com o resultado, devido às condições climáticas que enfrentou. O tempo de 2h05min29s é o oitavo melhor da história das maratonas, e ele também é dono das três primeiras marcas nos 42 km.

“Estou muito satisfeito com meu desempenho. Este é meu melhor tempo na chuva”, declarou o etíope. “Quando completei os 21 km e vi as nuvens negras, sabia que o recorde tinha ido embora. Mas havia uma chance e não desisti, por isso estou feliz. O que me atrapalhou não foi a chuva, mas sim a água no asfalto”, explicou o corredor.

Emoção até o fim
Enquanto na prova masculina a principal disputa foi a de um homem contra o relógio, na feminina a prova foi emocionante. Um pelotão composto pela etíope Berhane Adere, campeã em 2008, sua compatriota Bezunesh Bekele, a queniana Helena Kiprop e mais cinco atletas se manteve junto até um pouco antes da marca dos 30 km, quando Adere apertou o passo e deixou suas rivais para trás.

Bezunesh e Kiprop ainda forçaram o ritmo e chegaram a diminuir a vantagem da líder, mas Bekele conseguiu manter uma distância segura debaixo de muita chuva para conquistar o bicampeonato, e cruzou a linha de chegada com 2h24min02. A também etíope Atsede Habtamu teve um desempenho excelente nos últimos quilômetros e ficou com o segundo lugar (2h25min17s) , seguida por Kiprop (2h25min35s).

Classificação final
Masculino
1 – Haile Gebrselassie (ETI) 2h05min29s
2 – Deressa Edae Chimsa (ETI) 2h07min54s
3 – Eshetu Wendimu (ETI) 2h08min41s
4 – Gashaw Melese, (ETI) 2h10min59s
5 – Dereje Tesfaye (ETI) 2h11min42s
6 – David Kemboi, (QUE) 2h12min14s
7 – Mesfin Admasu (ETI) 2h12min23s
8 – Tesfaye Tola (ETI) 2h12min56s
9 – Asnake Fikadu (ETI) 2h15min01s
10 – Nephat Ngotho, (QUE) 2h15min23s

Feminino
1 – Bezunesh Bekele (ETI) 2h24min02s
2 – Atsede Habtamu, (ETI) 2h25min17s
3 – Helena Kiprop (QUE) 2h25min35s
4 – Tatyana Petrova (RUS) 2h25min53s
5 – Genet Getaneh (ETI) 2h26min37s
6 – Eyerusalem Kuma (ETI) 2h26min51s
7 – Berhane Adere (ETI) 2h27min47s
8 – Shuru Diriba (ETI) 2h28min26s
9 – Atsede Baysa (ETI) 2h29min13s
10 – Mulu Seboka, (ETI) 2h30min10s