Cadel Evans: "Não desisti de vencer o Tour"

Atualizado em 27 de abril de 2011
Mais em

Por Tadeu Matsunaga

O australiano Cadel Evans (BMC) mostrou confiança e afirmou que acredita em suas chances de conquistar o Tour de France, independente da presença ou não de Alberto Contador.

“Eu ainda não desisti de vencer o Tour de France. Eu ainda acredito, apesar de saber que os outros não apostam nisso.”

Evans já conquistou em duas oportunidades a segunda colocação, em 2007 e 2008. No ano passado, ele chegou a vestir a camisa amarela, mas abandonou a competição com uma fratura no cotovelo. “Só preciso de um pouco de sorte.”

Evans reconheceu que o Tour vai disptutado de maneira diferente se confirmado a presença de Alberto Contador. Porém, o australiano afirmou que suas ambições seguiram inalteradas, independente das circunstâncias.

Contador foi autorizado a competir pela Federação Espanhola de Ciclismo, depois de testar positivo para clembuterol no Tour 2010, mas a UCI e a AMA recorreram da decisão no TAS (Tribunal Arbitral do Esporte).

“Com ou sem Contador, a prova não terá a mesma aparência dos anos anteriores”, disse. “Não tenho um cenário preferido. Mentalmente, eu estou preparado para enfrentar todas as situações.”

Evans, que vestiu a camisa de campeão mundial no final de 2009, defendeu sua agressividade no pelotão, respondendo aos críticos.

“Um dia, alguém diz que você é um perdedor eterno , um ciclista que está sempre na defensiva, e essa opinião ganha peso de forma irracional”, disse Evans. “As pessoas vêem o que querem ver. Depois mudam de opinião por causa de uma camisa. Mas eu sei que tipo de ciclista sempre fui. A camisa arco-íris comprovou isso.”