A primavera chegou a São Paulo

Atualizado em 27 de setembro de 2009
Mais em

Por Fausto Fagioli Fonseca

Quem olhou pela janela por volta das 6h da manhã deste domingo (27) já sabia o que estava por vir. O sol já nascia forte, em um céu limpo e uma cidade de São Paulo sem vento algum. O calor afegão viria para receber os cerca de seis mil inscritos na etapa de Primavera do Circuito das Estações Adidas, que teve largada às 8h, em frente ao Estádio do Pacaembu.

“O sol estava muito forte, e isso deixa a prova um pouco mais difícil mesmo, principalmente na parte do Minhocão, que não tem nenhuma árvore, e ficamos cerca de 5 km totalmente expostos ao sol”, revelou a psicóloga Clarice Kunsch, de 27 anos.

Se o clima dificultou a prova de alguns, o percurso técnico, com subidas e descidas, não foi motivo de preocupação, pelo menos para a professora Sílvia Machado, de 33 anos. “O trajeto é composto de algumas subidinhas mesmo. Mas há três anos corro essa prova, então já estou acostumada, e até prefiro assim”, afirmou.

Ao pai, com carinho
O securitário Sílvio Silva, de 36 anos, começou a correr em 1995, quando viu que era necessário cuidar bem da saúde. “Quando tinha 23 anos meu pai morreu de infarto fulminante. Ali eu vi que precisava mudar meu estilo de vida, e cuidar melhor do meu corpo, por isso decidi começar a correr”, explicou o corredor, que falou sobre a prova.

“De todas as provas que já corri aqui na cidade esta é a que tem o percurso que mais me agrada. Não gosto de trajetos totalmente planos, pois são nas subidas e descidas que ganho um ânimo maior para acelerar”.

Irmãos na corrida
“Ele chegou bem na minha frente hoje, ele treina muito mais que eu”, brincou o advogado Alexandre Amorim, de 30 anos, se referindo ao irmão Eliézer Felipe, 37, músico militar, que explica começou no esporte.

“Em 2002 vi que estava começando a engordar, e decidi começar a correr para perder barriga”, diz Eliézer, que completou a prova deste domingo em 47min21s. “Hoje foi um pouco difícil por causa do calor, mas gosto muito do Circuito das Estações, por poder comparar meus tempos em outras provas, já que estou sempre competindo comigo mesmo”.

O vício do esporte
Muitos falam que quem começa a correr não consegue mais parar. E assim foi com o engenheiro químico Paulo Sobral, de 45 anos, que começou no esporte para ganhar mais condicionamento físico. “Eu nadava e jogava futebol. Aí, para conseguir mais fôlego, decidi que iria começar a correr”, diz o atleta, que agora dedica mais tempo de sua vida à corrida.

“Esse esporte é realmente viciante. Hoje já parei de nadar, e jogo bem menos futebol, já que dedico muito mais tempo da minha vida à corrida”, completou Paulo, que a alguns metros do gramado do Pacaembu não resistiu e revelou. “Dá vontade de entrar lá para bater uma bola”.

Fotos:Fernando Martins

:: Circuito das Estações Adidas – Etapa de Primavera – SP
Data: 27 de setembro de 2009
Horário: 8h
Percurso: 10 km
Clima: Quente
Temperatura: 27ºC (média)
Participantes: 6 mil

Vencedores
Masculino
1º – Ivanildo Pereira – 31min03s
2º – José Rodrigues dos Santos – 31min08s
3º – Rafael Santos – 31min20s
Feminino
1ª – Flaviana Chung – 39min23s
2ª – Rosilene Silveira – 39min48s
3ª – Paloma Barbosa de Godoy – 40min26s