A importância da flexibilidade na performance

Atualizado em 11 de março de 2011
Mais em

Alongue-se, melhore sua flexibilidade e siga acompanhado de um bike fitter para suas próximas metas do ano. Este comentário serve para todos que pedalam, seja de mountain bike, speed, triathlon ou passeio. Quando falamos em movimento temos que tomar muito cuidado com o nosso corpo, pois este sofre muito com as repetições e nada mais repetitivo do que uma pedalada.

Para termos uma noção, um mountain biker tem uma média de 80-85rpm dependendo do pedal, enquanto isso, alguns ciclistas giram em torno de 95-100rpm e triatletas por volta de 90rpm, isso quer dizer que ele passa com o pé no mesmo ponto cerca de 80-100 vezes em um minuto só. Agora multiplique isso por um pedal de 2,3,4 ou até 5 horas, como no caso de um Ironman com 180 km.

Então se a posição estiver correta na bike, a chance de desenvolver alguma lesão é bem pequena, já uma bike bem ajustada irá fornecer mais agilidade, giro e potência.

Porém, para que isso aconteça de uma forma prazerosa e cada vez mais eficiente, contamos com a flexibilidade, ou seja, quanto maior, ou melhor, a flexibilidade de uma pessoa, melhor será a pedalada da mesma, pois uma vez que colocamos o selim em uma altura ideal, a posição do pé+sapatilha+pedal estará diretamente ligada.

Se a pessoa tiver um encurtamento ou uma flexibilidade ainda a ser melhorada, as chances de estar pedalando incorretamente é muito grande, por exemplo, um calcanhar para o alto na fase de maior extensão da pedalada perdendo, assim, a potência e o giro necessário para uma boa performance.

Quanto mais flexibilidade tiver, maior será a amplitude do movimento e isso serve para qualquer modalidade esportiva. Maior a amplitude e o movimento, logo um maior aproveitamento muscular e retardo da fadiga do mesmo. Por isso, alongue muito e se canse menos e coloque mais potência no pedal.

Então, segue a dica para quem vai fazer Ironman ou qualquer outra prova de bike: alongue muito, ganhe flexibilidade e faça sempre uma revisão no seu bike fit, pois você pode aumentar a amplitude da pedalada e colocar mais força nos pedais.

Confira artigos anteriores: